Fidelius RPG
Seja bem vindo(a) ao FIDELIUS RPG!!! Por favor se cadastre e em um prazo de UMA semana no máximo você será liberado(a) e fará parte do segredo.

Fidelius RPG

Hogwarts sempre ajudará aqueles que a ela recorrerem!
 
FAQInícioPortalRegistrar-seConectar-se
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Direitos Autorais
Calendário ON



Fundadores



Protego

Compartilhe | 
 

 Castelo da familia McNach - IRLANDA!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Bridget McNach
Professor(a)
Professor(a)
avatar

Mensagens : 564
Data de inscrição : 06/10/2010

Ficha do personagem
Agilidade: 14
Ataque: 3
Defesa: 3

MensagemAssunto: Castelo da familia McNach - IRLANDA!   Sex Jul 08, 2011 11:25 pm



"Embora muitas sejam as flores, a raiz é só uma;
Ao longo dos enganadores dias da mocidade,
Oscilaram ao sol minhas folhas, minhas flores;
Agora posso murchar no coração da verdade..."


(William Butler Yeats)


Castelo herdado por Bridget Após o falecimento dos pais. Fora no mesmo que passara alguns momentos de sua infancia.

__________________________________________________


Meu Bóreas - Meu Falcão peregrino:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Molly D'Malone

avatar

Mensagens : 14
Data de inscrição : 09/02/2011

Ficha do personagem
Agilidade:
Ataque:
Defesa:

MensagemAssunto: Re: Castelo da familia McNach - IRLANDA!   Sab Ago 27, 2011 11:12 pm

Dia: 15 de Outubro de 1801
Participantes: Molly, Bridget & Godric

Horário: 11:30 da Manhã

RP FECHADA & Atemporal
Voltar ao Topo Ir em baixo
Molly D'Malone

avatar

Mensagens : 14
Data de inscrição : 09/02/2011

Ficha do personagem
Agilidade:
Ataque:
Defesa:

MensagemAssunto: Re: Castelo da familia McNach - IRLANDA!   Sab Ago 27, 2011 11:12 pm

–Eles chegaram!! Vá recebê-los Dick!-Falou ao cachorro que saiu correndo, este fora presente de Luccas um jovem que crescera junto de sua menina. E que quisera lhe dar um agrado após a morte de seu marido. Observou pela janela a forma como o homem ao lado de Bridget se comportava, e sorriu ao ver este enlaçar cuidadosamente a cintura dela. Antes de caminhar para fora da casa.

-Não pense, que serei tão bondosa quando o Dick. Temos muito o que conversar, Mocinha. -Falou erguendo o queixo e sorrindo diante da resposta de sua menina. E rindo baixo com a piada dita pelo suposto marido da mesma. Antes deste ser apresentando formalmente. Olhando atentamente este, parecia ser um bom homem. –Seja bem vindo, finalmente conhecendo quem conseguiu por rédeas nessa menina... Ohh ele é forte...-Falara piscando de forma engraçada para Bridget, que parecia envergonhada, não sabia bem o motivo. Esperava que esta não fosse tímida com o esposo, afinal as mulheres deveriam ser menos tímidas!

Caminhara para dentro do castelo, segurando o braço de ambos. Na verdade estava feliz, por estar participando de tal momento. Apesar de que quando lera a noticia sobre o casamento de sua menina, e nem sequer sabia que a mesma havia arrumado um namorado e noivo, sua vontade fora ir À Hogwarts a estuporar. Porém se contentou em mandar um berrador, sabia que tal teria mais efeito.

-E minha neta cadê? Eu quero conhecê-la Bridget!!!.. Certo, obrigue ela a trazer a menina da próxima vez, Okay, Godric? -Completou, havia gostado daquele homem. Parecia ser bom e era engraçado!!!! Enquanto movia as coisas para começar a preparar um belo bolo de cereja. - E então como se conheceram?-Questionou fitando ambos. Olhando surpresa pro tal fundador ao ouvir esta falar em uma festa no ministério. -Ele dança bem, querida? -Questionou piscando para a ruiva. E rindo da resposta desta. -Não tire a espada, se ela implica é porque ela gosta.-Falou para este ignorando a careta e aviso de Bridget. Porém não pode olhar com espanto ao ouvir este falar do bumbum sardento dela. Rindo e sacudindo a cabeça. –É um charme não? Não sei porque ela tem vergonha, fazer com que ela aceitasse a por roupa foi difícil... Alias me fale quais tipos de camisola de dormir devo lhe dar.. Ou você já não usa mais nada pra dormir...-Começou a falar vendo sua menina pegar um cesto e sair dali rapidamente. Gargalhando

–Venha ajudar uma velha, tire a forma do forno de lenha.-Pediu apontando olhando pela janela, Bridget e o cachorro andando calmamente e esta brincando com Dick de forma descontraída, notando o olhar de espanto do fundador e estranhando. -Ela é séria com você? Se for não ligue, ela costuma ser assim no começo, depois ela relaxa. É uma boa menina... Cabeça dura, não desista. -Disse dando um tapinha no ombro deste e colocando o bolo para assar.

-Como? Oh sim, cuido dela desde que os pais morreram. Foi muito triste, ela demorou muito a se recuperar, não é para menos... Imagino o que ela realmente viu... Ela também não contou a você não? Nem a mim... Só posso imaginar, pelo sangue nela e no quarto... -Murmurou sacudindo a cabeça como se quisesse realmente afastar tais lembranças. Começado a rechear o bolo até ver a ruiva voltar com as bochechas rubras. -Cerejas frescas... Godric querido, porque não coloca a mesa na sala.. Nada disso Bridget vamos comer na sala... Pode sair, ela não quer ficar sozinha comigo, porque sabe que vou perguntar sobre a noite de núpcias... –Completou piscando ao fundador que gargalhou, fazendo um sinal de ótimo com o dedo.

–Eu gostei dele... E então... Não me olhe assim eu quero saber como foi, ele te tratou bem? Descentemente?-Perguntou colocando as cerejas no bolo, rindo da expressão da sua menina. Antes de lhe apertar o queixo. -Por esse rubor todo... Quero netos... Espero que estejam planejando filhos... Crianças correndo, preciso disso!-Completou sorrindo e levitando o bolo como se nada tivesse realmente falado.

-Godric, trate bem da minha menina, mas se ela aprontar, pode dar palmadas.... Estamos brincando Bridget... -Disse rindo e se sentando observando os dois se servirem e a forma como se olhavam ou até esbarravam um no outro. Era cativante, mas ainda assim estranho em certos momentos. –Você está grávida?-Questionou de supetão, vendo esta engasgar e tossir. E Godric responder que ainda não, mas que continuavam treinando. –Ohh que bom, pensei que tinham rolado por ai antes do casamento. Mas agora, pode rolar a vontade e netos, quero netos ouviu Sr. Fundador!?-Falou apontando o garfo na direção deste e logo a conversa fluiu em assuntos como as aulas, e até mesmo Luccas e seus filhos...

-Dê noticias sempre, e traga a menina, quero conhecer minha neta. E você Sr Godric, cuide bem dela... -Falou apontando para a ruiva, antes de abraçar o homem. -Ela gosta de você... -Murmurou baixo no ouvido dele. Antes de sorrir ao ver o mesmo antes de aparatar com sua menina lhe beijar os lábios afoitamente.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Godric Gryffindor
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 217
Data de inscrição : 31/07/2010
Idade : 26

Ficha do personagem
Agilidade: 10
Ataque: 5
Defesa: 5

MensagemAssunto: Re: Castelo da familia McNach - IRLANDA!   Sab Ago 27, 2011 11:16 pm


    Eu estava terminando de arrumar o colarinho da minha camisa, quando escutei a voz de Bridget. Revirei os olhos e terminei o que estava fazendo, virando-me para minha esposa e abrindo um sorriso maroto.
    - E então, eu estou apresentável? – E o que ela fala? “como assim apresentável?” Mulheres, eu simplesmente desisto de tentar agrada-las, principalmente quando se trata da ruiva esquentadinha a minha frente. Revirei os olhos e bufei, quantas vezes ela iria repetir toda aquela ladainha?
    - Mas do que você está falando? Eu sinceramente sou um anjo. E nem me venha com essa, acho que vocês devem ter privacidade, qual problema de ficarem a sós? – Soltei uma risada alta, me divertindo com a expressão impaciente de Bridget. Segurei o braço da minha digníssima esposa e ignorei a sua expressão, ajudei que ela entrasse na carruagem e entrei logo após, mantendo o meu mesmo sorriso de “eu adoro te perturbar” no rosto, essa não é a atitude certa pra um homem da minha idade, mas como eu me sinto uma adolescente imbecil quando estou ao lado dela, sorrir com cara de imbecil é o mínimo.

    Peguei a chave do portal, e não demorou pra que meus pés fossem de encontro ao chão, mas por que tinha a porcaria de um galho logo ali? Num terreno enorme como aquele, tinha que ter uma coisa bem ali pra eu tropeçar, voltei e chutei a merda do galho, mas quando me dei conta de que Bridget me encarava, apenas arrumei a capa e abri um sorriso largo.
    - Entrada triunfal, não acha? – Parecia até Sunny falando agora... Bem, que coisa estranha para se pensar. Sacudi a cabeça e me aproximei de Bridget, quando ouvi um latido vindo em nossa direção.
    - Não há um lugar em que vá que não tenha um animal, bumbum sardento? – Soltei uma risada baixa, e me aproximei ainda mais da mulher, observando à senhora parada na escada que ficava de frente a casa.
    - Pois eu acredito que quem merece a torta sou eu, você já não acha que está demais parecia com uma cereja? – Soltei uma risadinha baixa e envolvi a cintura de Bridget, puxando o corpo da mulher pra mais perto do meu, assim caminhando até a famosa Molly. Afrouxei o abraço e logo não a envolvia mais, coloquei os braços para trás e acenei com a cabeça, para a senhora, que de forma simpática me puxou para um abraço, então o retribui, afinal agora ela é da família.

    - É um prazer conhece-la, Bridget passou a falar muito da senhora, após o berrador. Quanto às rédeas... Não foi difícil! – Balancei as sobrancelhas maliciosamente em direção da minha esposa, e ri sentindo meu ego inflar, ao receber o elogio.
    - Viu, meu amor? Ela é a voz da sabedoria. – Falei baixo, e segui para dentro da casa, adentrando e reparando a cozinha repleta de coisas que até me deram água na boca.
    - Pode deixar, Eibhlín ia adorar está aqui. – Acenei com a cabeça e me lembrei de que já estava sentindo falta, dos nossos momentos familiares.
    Ouvi a pergunta da mulher sobre como nos conhecemos, e antes que Bridget começasse e estragasse tudo com aquele jeito seco, eu tomei a frente.
    - Nos conhecemos em uma festa do ministério, ela não resistiu aos meus passos de dança. –Um sorriso convencido se mantinha em meu rosto, mas logo murchou quando ela comentou da espada.
    - Qual o preconceito com a espada? – Revirei os olhos, mas o comentário que veio a seguir me fez retomar o sorriso.
    - Bom saber, essa é uma dica preciosa. – E põe preciosa nisso, usaria ao meu favor, obviamente. Puxei uma das cadeiras, me sentando nela e observando as mulheres trabalhar, como não queria destruir nada da cozinha, mantive distância.

    Quando Bridget se aproximou a puxei e fiz com que sentasse em meu colo, dando um beijo no seu pescoço e encarando ainda mais divertido, a expressão dela era impagável.
    - Ela tem se comportado muito bem, não é mesmo bumbum sardento? – Sério, eu não aguentei e ri novamente, ao ver a cara que ela fazia e ainda mais o comentário de Molly.
    - Eu concordo, fico cada vez mais apaixonado. E não precisa, sabe como é né? Ainda é difícil fazer com que ela coloque a roupa. – Fora o comentário final para que Bridget pegasse um cesto e saísse dali, as minhas gargalhadas se misturaram com as de Molly.

    Ela pediu ajuda e eu me levantei rapidamente, tirei a varinha da cintura e fiz com que a forma levitasse para fora do forno, colocando ela sobre a mesa e me aproximando para ver, o que Molly tanto observava, Bridget parecia uma mulher totalmente diferente ali, balancei a cabeça e foi um pouco difícil assimilar o que a tutora da minha esposa dizia.
    - Não desisto de nada do que eu amo. – Abri um sorriso gentil para Molly, e nem acreditei que havia dito aquilo, que bom que Brid não estava ali, então tratei logo de me concentrar em outro assunto.
    - A senhora cuida dela há muito tempo? – Eu fingi saber mais ou menos do que se tratava o assunto, e apenas sacudi a cabeça negativamente, sobre o que exatamente se tratava? Havia um segredo por trás do olhar de Bridget, mas nunca me atrevi a perguntar, quem sabe um dia ela não me conta?

    Bridget entrou trazendo cerejas frescas e ouvi o pedido de Molly pra que eu fosse pra sala, encarei a ruiva e ela parecia implorar pra que eu ficasse, mas eu logo fiz o que a senhora pediu, fazendo um sinal e movendo os lábios com “ótimo” pra ela, dando a entender que teria sido assim a noite de núpcias, pelo menos era pra ser, se ela não fosse tão cabeça dura.

    A mesa estava posta e as duas saíram da cozinha, trazendo o bolo de cereja, minha barriga já roncava. Acomodei-me na mesa, e acenei com a cabeça.
    - Pode deixar, vou dar umas palmadas no bumbum sardento dela. – Tentei ficar sério, mas gargalhei bem alto logo em seguida, esse dia estava sendo melhor do que esperado.
    - Relaxe, querida. – Dei de ombros e comecei a comer o bolo, estava incrivelmente esplêndido, Molly é mesmo uma ótima cozinheira, e também muito espirituosa.

    - Não, isso são só boatos. Mas nós estamos tentando, não é amor? Queremos muitos filhos. – Acenei com a cabeça e comi mais um pedaço do bolo, dai em diante o assunto foi fluindo. A hora da partida chegou e eu coloquei a minha capa novamente, seguimos até o lado de fora da casa e quando Molly me abraçou sussurrou que Bridget gostava de mim, e isso me deu uma empolgação realmente grande.
    Antes de aparatar puxei Bridget pela cintura e sorri.
    - Acho que me sai bem! – Antes que ela pudesse falar alguma coisa, juntei os meus lábios nos dela, beijando-a de forma intensa, afinal somos um casal, não é? Quando nossos lábios se separaram eu sorri, dei um aceno para Molly, pisquei para Bridget e aparatei.

__________________________________________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Bridget McNach
Professor(a)
Professor(a)
avatar

Mensagens : 564
Data de inscrição : 06/10/2010

Ficha do personagem
Agilidade: 14
Ataque: 3
Defesa: 3

MensagemAssunto: Re: Castelo da familia McNach - IRLANDA!   Sab Ago 27, 2011 11:27 pm

"...Mas tenho medo do que é novo e tenho medo de viver o que não entendo - quero sempre ter a garantia de pelo menos estar pensando que entendo, não sei me entregar à desorientação...."



-Godric!!! Vamos… Como assim apresentável? -Questionou ao se virar e ver o fundador todo arrumado com a espada na cintura. E continuara o encarando antes de apontar o dedo em sua direção. -Lembra o que combinamos? Nada de piadas e não me deixe sozinha com Molly... Oh você não sabe do que ela é capaz.-Falou erguendo a mão e prendendo a capa nos ombros antes de sair caminhando ao lado do fundador e juntos entrarem em uma carruagem seguindo diretamente à Hogsmeade, onde entregou a este uma chave portal. -Até breve.-Murmurara aparatando.

Assim que seus pés tocaram o solo ficou a observar a construção. Silenciosa demais. Olhando as flores que nasciam próximo a entrada, até ouvir um barulho e ver Godric tropeçando, sorriu pelo visto a falta de equilíbrio era de família. Só poderia concluir isso. Foi quando ouviu um latido alto e um cachorro enorme correndo em sua direção, parou espantada olhando pro animal.

-Olá, grandão… Oh Dick.-Murmurou ao ver o nome do cachorro em uma plaquinha. Até ouvir uma risada alta e ver Molly parada nos degraus. Rindo do comentário dela, sobre o cachorro ter sido bonzinho, algo que ela não seria.. -Eu não esperava, bondade. Mas talvez uma bela torta de cereja. -Completara enquanto caminhava, ouvindo Godric fazer uma leve piada sobre ela. E enlaçar sua cintura enquanto caminhavam. Se aproximando de Molly e a abraçando suavemente.

-Molly, este é meu marido, Godric Gryffindor... Godric essa é Molly, minha tutora e segunda mãe.-Completara vendo a mulher abrir um sorriso, antes de encarar o fundador e simplesmente o abraçar. Elogiando a forma física deste. -Molly.... -Murmurara em tom de aviso, antes de esta a puxar ficando entre ela e Godric e rumarem para dentro da casa. Sorrindo ao ver a cozinha desta repleta de coisas para o lanche que fariam.

-Não pude trazer Eibhlin... Mas ela virá lhe conhecer em um próximo final de semana...-Falara rindo desta a segurar a varinha e começar a por as coisas para fazer o que parecia ser um bolo. Ouvindo esta questionar a eles sobre como se conheceram de forma curiosa. E trocou um olhar breve com Godric que simplesmente tomara a dianteira, respondendo que haviam se conhecido em uma festa do ministério. -Ele dança bem, mas a espada atrapalha.-Respondera à Molly, piscando agradavelmente a esta, antes de erguer a manga e tirar a capa, e começar a ajudar esta a assar os famosos bolinhos.

-Pare com isso...-Pedira antes de caminhar pela cozinha levitando algumas xícaras. Levando um susto ao sentir Godric a puxar para seu colo, ao ouvir Molly questionar se ela estava se comportando. E a resposta deste somada a frase: bumbum sardento a fez ficar totalmente rubra. -Okay já chega... Vou colher mais cerejas...-Falara se erguendo e saindo dali no momento em que Molly questionava sobre as camisolas da noite, que poderia dar de presente....

Enquanto caminhava pela grama, sorria ao ver Dick o cachorro pular e lhe morder a barra do vestido. Se divertindo com tal coisa e brincando com este, até chegarem para colher às cerejas, lentamente as escolhendo, para logo no caminho de volta apostar uma corrida com o cachorro, rindo e entrando na cozinha tendo a certeza de que suas bochechas estavam rubras.

-Podemos comer por aqui Molly...-Falara assim que ouvira esta pedir para Godric ir arrumar a mesa, sabendo que na verdade aquilo era uma desculpa dela. E que queria apenas ficar sozinha com ela. Olhando par ao fundador em suplica. Mas este pareceu realmente apreciar aquele tipo de brincadeira, e praticamente não sabia onde enfiar a face ao ouvir esta falar da noite de núpcias. Assim que este saiu ajudou esta a colocar as cerejas. -Não precisamos falar disso... Molly por favor...-Murmurara vermelha tentando se concentrar somente no bolo e torcendo para que o fundador não ouvisse elas.

Assim que terminaram de arrumar o bolo e provavelmente a conversa constrangedora acabara, mas era um ledo engano pois esta continuou incluindo agora sugestão de que seu esposo lhe desse palmadas!!!!

-Eu estou aqui.. Isso não tem graça...-Completara se sentando ao lado de Godric e o encarando de forma irritada. Para logo começar a se servir, porém quando tomava o chá se engasgara completamente, sentindo a mão de Godric bater e passar em suas costas, ao ouvir Molly questionar-la se estava realmente grávida, pois isso lhe lembrava o assunto da cozinha... Agradecendo com um olhar por Godric ter respondido.-Desisto...-Murmurara o ouvir a ultima frase de sua tutora e de Godric. Era impossível os dois juntos.

Assim que terminaram o lanche após conversas mais maleável, como Hogwarts, Eibhlin, aulas. Chegar ao momento de irem embora. Se arrumara calmamente, olhando o quadro sobre a lareira de forma diferente, antes de rumar para fora da casa.

-Eu irei, na próxima Eibhlin virá lhe conhecer. -Falara a esta lhe abraçando apertada. Observando esta se despedir de Godric, tentando ouvir o que a mesma falara para o homem, porém não conseguiu, e aceitou o braço desde, enquanto caminhavam, sentindo este lhe puxar pela cintura para aparatarem. Ouvindo o comentário do fundador, erguendo a cabeça. -Sim muito bem... E...-Não chegara a completar o que queria lhe dizer, pois este a puxara para um beijo intenso, sentindo-se nervosa, ao sentir Godric a apertar mais, e de alguma forma algo dentro de si a mandava corresponder, o fora o que fizera, correspondendo ao beijo desde suavemente, deixando a mão acariciar a face deste, sentindo a barba lhe espetar suavemente a plama da mão, não era ruim aquela sensação e ao mesmo tempo era intimidadora... despertando ao ouvir a risada longe de Molly, sentindo a face esquentar, e acenando tímida para a Ama, sentindo ambos aparatarem....






AÇÕES DO DIA 15 DE OUTUBRO FINALIZADAS!


__________________________________________________


Meu Bóreas - Meu Falcão peregrino:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Castelo da familia McNach - IRLANDA!   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Castelo da familia McNach - IRLANDA!
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [pedido] tileset castelo, masmorra, estabelecimento congelado
» [Comum] Castelo Negro
» Castelo negro - Hall de entrada
» Castelo Negro
» Castelo Negro - Sala de tortura

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fidelius RPG :: POSTS 6º ANO :: Residência - Mundo Bruxo e Trouxa-
Ir para: