Fidelius RPG
Seja bem vindo(a) ao FIDELIUS RPG!!! Por favor se cadastre e em um prazo de UMA semana no máximo você será liberado(a) e fará parte do segredo.

Fidelius RPG

Hogwarts sempre ajudará aqueles que a ela recorrerem!
 
FAQInícioPortalRegistrar-seConectar-se
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Direitos Autorais
Calendário ON



Fundadores



Protego

Compartilhe | 
 

 Fortaleza do Sul - 2ª Tarefa do Torneio

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Narrador
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 479
Data de inscrição : 23/10/2010

MensagemAssunto: Fortaleza do Sul - 2ª Tarefa do Torneio   Sab Set 29, 2012 10:00 pm


Na fortaleza sul eram pesadas garrafas de sangue que estavam escondidas dentro do cofre. Sem alimentos, as estriges vorazes se convertiam, e aos dois morcegos gigantes da Indonésia, monstros incontroláveis e insaciáveis, o combate teriam que dar. Os lufanos com os terrores da escuridão saberiam lidar? Seu padrinho era especialista em criaturas mágicas, mas o terror das ilhas asiáticas poderia adestrar? O combate corpo a corpo, arranhões e dentadas podiam feridas infectadas gerar...



Atenção pras datas

Abertura – 29/09/2012
Encerramento – 20/10/2012

__________________________________________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Mile Davies
Aluno(a) Lufa-Lufa
Aluno(a) Lufa-Lufa
avatar

Mensagens : 1149
Data de inscrição : 28/07/2010
Idade : 26

Ficha do personagem
Agilidade: 3
Ataque: 4
Defesa: 3

MensagemAssunto: Re: Fortaleza do Sul - 2ª Tarefa do Torneio   Dom Set 30, 2012 8:49 pm

Mile Davies efetuou 1 lançamento(s) de dados (Pontos de Duelo.) :
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mile Davies
Aluno(a) Lufa-Lufa
Aluno(a) Lufa-Lufa
avatar

Mensagens : 1149
Data de inscrição : 28/07/2010
Idade : 26

Ficha do personagem
Agilidade: 3
Ataque: 4
Defesa: 3

MensagemAssunto: Re: Fortaleza do Sul - 2ª Tarefa do Torneio   Dom Set 30, 2012 9:55 pm

Storm Badger

Bats & Strigas in the sky


Beleza, quando eu esfolei os ursinhos de pelúcia com o James, um dos presságios tinha sido de “evite competições” e “possíveis desastres aéreos a vista”. Tudo pareceu muito calmo no dia, tipo só pra eu evitar corridas de vassoura com os texugos pra passar o tempo, mas agora tudo fazia sentido: EU IA VIRAR PATÊ DE TEXUGO, MANO! x.x Alguém me diz aí quem foi o projeto de bruxo que me inventou uma coisa dessas? Somos lufanos caramba, nosso lugar é debaixo da terra! Escavar, se esconder, não sair voando aí de cabeça!

Quando a Sarah ao meu lado sobrou a trombeta mágica dela, as texugas saíram flutuando desesperadas na direção da fortaleza Sul. Mas eu não sabia como fazia aquilo voar!

- ME ESPEREM SUAS LOUCAS!!! – e agora, como proceder? Eu queria ir para o castelo... Mas como aquele elmo maluco funcionava? – EU TAMBÉM QUERO IR!!! – e o elmo respondeu ao meu comando mental, meu corpo rapidamente se tornou leve e eu fui arrastado por uma brisa de vento.

Um detalhe técnico cambada: não é nada agradável usar aquele elmo alado e voar de cabeça. Vassouras são mais seguras, não te dão vertigem e também não estragam o gel no seu cabelo. Olhei pra baixo e senti meu estômago dar uma cambalhota. O céu estava sedutoramente me chamando de encontro a ele; mas como não queríamos ver uma mancha amarela espatifada no chão, evitei olhar para baixo e segui em direção a fortaleza, tremendo dos pés a cabeça. Olhei ao redor e vi as outras equipes se distanciarem.

- O que cê falou, Alex? – gritei perguntando, quando a garota me gritou algo a distância. – NÃO ENTENDI! – os fogos de artifício vermelho do diretor Brier iluminaram o céu...

... E aí a porra ficou séria. Sabe aquela fortaleza do mal no centro do céu? Sim, aquela mesma que parece uma masmorra de algum lorde sanguinário que quer ver suas tripas empaladas? Pois é, os portões daquilo se abriram. E quando eu estava a meio caminho da fortaleza, o professor Drake soltou um grito para mim e apontou as minhas costas. Olhei para trás e vi um bando de seres estranhos voando em minha direção!

- DROGA! Proque eu tinha que ser o último??? – forcei mais a mente e o elmo bateu as asas mais rapidamente, tentando fugir daquelas coisas que voavam. – Que aquelas duas coisas peludas com asas gigantescas não gostem de texugos com cabeça de vento... – choraminguei enquanto voava para a fortaleza.

Mas não daria tempo. O bando de criaturas com asas membranáceas me alcançou rapidamente, eles tinham uma coisa na cara que parecia um bico, olhinhos porcinos negros sanguinolentos e garras nada nada saudáveis... Eram estriges. Eu lera sobre elas antes... E não, elas não queriam a amizade de um lufano voador.

- GLACIUS! – berrei contra as criaturas, puxando a varinha do bolso em pleno ar, e pensando no primeiro feitiço que vinha a minha mente. Uma nevasca irrompeu em direção as estriges, as mais próximas não escaparam e caíram do voo congeladas, mas a maioria do bando, mais para trás, escapou a tempo. – ME AJUDEM MENINAS!!!!

E rapidamente veio o auxílio. Luzes voando por cima da minha cabeça. As texugas estavam me dando cobertura. Cheguei na fortaleza e fiquei voando em torno das muralhas. Voar sem vassouras definitivamente não era nada nada legal.

- TEM DOIS MORCEGÕES LOUCOS QUERENDO NOSSO SANGUE PROFESSOR! O que fazemos professor? O QUE FAZEMOS!!!!??? – desespero? Imagina!. Tá certo que eu não fiz o dever de contenção de pocotós tão bem, mas ele bem que podia dar um help não é? – AAAAAHHHH!!! – gritei de dor quando um dos dois morcegos gigantes deu um grito agudo supersônico. “Perfuração de tímpano! Ótimo! Agora não vou escutar mesmo... Senhor Merlin, protegei esse pobre servo lufano! x.x”. Mas o professor Drake lançou dois feitiços rápidos e silenciou ambos os morcegos.

Anniken berrou algo para mim, mas não entendi nada: tinha um zunido terrível na minha cabeça; vi um vulto e só tive tempo de flutuar desajeitado por trás de uma torre quando outra estrige tentou cravar as garras no meu pescoço.

- Eu não estou esacutando nada!!!! – berrei, o “Zum!” no meu ouvido atrapalhava até meus pensamentos. Olhei em volta, e o professor usava todos os feitiços possíveis para evitar que as estriges tomassem a nossa fortaleza. Mas eram os dois vultos negros no céu a nossa frente que me assustavam mais. “Oh, Gosh! De tantas criaturas, porque temos que pegar sempre a apreciam tiragosto de texugo???” Morcegos gigantes indonésios eram hematófagos (Tão vendo, eu sou um bom aluno em TCM! CHUPA ESSA CORVAIADA! =P), ou seja, sim, eles desejavam nossos corpos mal passados e de preferência sangrantes.

Um deles arremeteu contra Anni, que escapuliu por pouco, voeei na direção dela, pelas costas do morcego, e agindo por instinto pensei em um feitiço que tivesse efeito contra a criatura.

- Meteorolojix!!! – e uma tempestade irrompeu da ponta da minha varinha contra o morcego. Uma nuvem negra, girando em um tornado disparou um raio contra o morcego, que pareceu brilhar no céu. O cheiro de couro de morcego queimado não é nada agradável, diga-se de passagem. – Opa, forte demais... O.O – o ataque fora direto.

Mas a criatura abanou as asas, dissipou a tempestade e se voltou contra mim. Os gritos dos lufanos nos balões eram ensurdecedores. O olhar que a criatura lançou contra mim, contudo, não era nada amigável. Estava mais para... "Hey, meu jantar tentou me tostar! ò.Ó".

- Foi mal colega, era só pra tu não matar a Anni... – tentei me desculpar, recuando. Mas a criatura voou contra mim e dei no pé (ou nas asas da cabeça, se preferirem) depressinha! – SOCORRO! TEM UM VAMPIRO GIGANTE ME PERSEGUINDO!!! - a criatura arrancou com as patas um bloco da muralha e o arremessou contra minha humilde texuguidade voadora. – Reducto!

A pedra se desfez em poeira antes de me atingir, mas entrou no meu olho e não consegui enxergar mais nada. Eu escapara do ataque, mas voava em uma fuga as cegas, com a criatura no meu encalço. Certo, agora alguém pode me dar um help, por favor? Tem uma fera sanguinária de caninos salientes das trevas desejando meu pobre sangue lufano... E eu acho que vou morrer! x.x

Cálculos escreveu:
Meu ataque: 4 x 2 (efeito do elmo) + 3 + 6 = 17
Defesa da Criatura: 4 + 8 = 12
Pontos de vida do Ahool: 10 – (17-12) = 5 (É NÓIS QUE AVOA BRUXÃO!!! XD)

Contra Ataque da Criatura: 8 + 4 = 12
Minha defesa: 3 + 3 + 6 = 12
Meus pontos de vida: 10 – (12 -12) = 10 (UFA! De raspão!)




… Continues (?)

Mile DaviesFortaleza do SulCéus de Hogwarts



Template by ~moony {modified}

Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandra Hanson
Aluno(a) Lufa-Lufa
Aluno(a) Lufa-Lufa
avatar

Mensagens : 763
Data de inscrição : 22/11/2010

Ficha do personagem
Agilidade: 3
Ataque: 3
Defesa: 4

MensagemAssunto: Re: Fortaleza do Sul - 2ª Tarefa do Torneio   Dom Set 30, 2012 10:07 pm

Alexandra Hanson efetuou 1 lançamento(s) de dados (Pontos de Duelo.) :
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandra Hanson
Aluno(a) Lufa-Lufa
Aluno(a) Lufa-Lufa
avatar

Mensagens : 763
Data de inscrição : 22/11/2010

Ficha do personagem
Agilidade: 3
Ataque: 3
Defesa: 4

MensagemAssunto: Re: Fortaleza do Sul - 2ª Tarefa do Torneio   Qui Out 04, 2012 4:15 pm




hey big bad batman!
Come on and show out your teeth And what you've got underneath 'Cause everyone's got troubles That's the way the story goes You don't need to get in trouble baby To see whats underneath your nose Oh 'cause if your feeling happy That's the place to let it show So just remember to, smile, smile, smile --- post 001
Quando coloquei meu nome no Cálice de Fogo na tentativa de, como foi que eu disse mesmo? Ah sim, honrar meus parentes assassinados, ou honrar o nome da família, alguma coisa assim, eu não li nenhuma cláusula no contrato que dizia "E aceito que usem meu corpo como petisco de animais ferozes", juro que não vi. Devia estar naquelas letrinhas minúsculas que sempre ferram com a gente, ou seja, lá estava eu, com um elmo voador na cabeça, fugindo de bichos mais feios que a Eibhlín Keppeler de manhã.

Sei que não era a hora mais apropriada, mas eu só conseguia me perguntar em qual mundo aquele lunático do Brier arrumou aqueles demônios! Primeiro monstros marinhos doidões, e agora pássaros mutantes? Definitivamente, Brier tinha uma visão bem atormentada de "Zoológico"!

De qualquer forma, eu voava. E voar com aquele elmo era realmente... MUITO maneiro! Se você tirar o fato de que tem uma quadrilha de morcegos fundidos com tucanos e sapos tentando te derrubar do céu direto na panela deles, bem, voar assim, livremente, sem vassoura ou qualquer outra coisa, era realmente uma experiência muito legal. Antes de sermos atacados eu fiquei dando piruetas, mergulhos, rasantes e todo tipo de acrobacia aérea possível. Já Mile, parecia que ia vomitar, e eu tentei ignorar a Anni reclamando que ia estragar o cabelo dela.

Mas voltando ao momento onde estamos sendo atacados, é, a coisa tava feia. Mile havia conseguido acertar um dos morcegos gigantes, eu o perdi de vista por um momento enquanto derrubava alguns "morcuapos" (porque estringe me lembra esfinge e aquelas coisas não pareciam esfinges!), e quando o vi de novo, Mile voava sem direção, esfregando os olhos.

- MILE, OLHE PARA A F - e então uma daquelas estringes investiu pra cima de mim, no último segundo, eu consegui me desviar dela, senti as asas do bicho passarem raspando pelas minhas costas - Hey, você comprou sua licença para voos, é? - eu retruquei para ela, que me olhou nervosa, é, hora de correr, Alex.

Eu disparei em direção à fortaleza, vi Drake ainda trabalhando para não deixar nenhum animal esquisito entrar, Anniken despistava alguns também e Mile parecia ter se lembrado de como se voa direito, e, claro, com nossa sorte de texugo, vi aqueles dois morcegões voarem em direção à fortaleza também.

Rapidamente, me coloquei perto de Drake, segurando firmemente a varinha nas mãos. Aquele monte de estringes continuava avançando, mais rápido do que os morcegões, eu brandi a varinha.

- Conjunctivitus! - consegui acertar dois ou três deles, que com os olhos irritados e sem conseguir enxergar, começaram a se debater e a cair, mas ainda havia mais - Depulso! - algumas estringes foram atiradas para trás, Drake continuava a disparar feitiços - Essas coisas brotam das nuvens, não é possível! - eu retruquei, e então ouvi Drake dar um grito para mim.

Bem atrás de mim, estava um dos morcegos. A julgar pelo cheiro de queimado, era aquele que o Mile havia atacado. Ele abriu a boca, os dentes bem brancos e vivos e a mostra e pontudos e que podiam causar um desespero imenso só de vê-los. Eu mergulhei no ar, mas aquela coisa me seguiu. E como eu sou genial, consegui ficar encurralada. NO AR! COMO ALGUÉM CONSEGUE ISSO, ALEXANDRA? Aquela coisa avançou mais para mim, de um lado ela, do outro, um monte de estringes. Eu apontei a varinha para o morcego.

- Avifors! - consegui acertar o morcego em cheio, e num piscar de olhos, aquele morcego se dissolveu em uma dúzia de passarinhos coloridos. Um já foi, só faltava o outro. Eu disparei para perto de Anni e Mile, enquanto fugia das estringes furiosas - TEM MORCEGO AQUI ACHANDO QUE É O BATMAN, PUFF. - eu comemorava, rindo, o que não deve ter sido uma ideia muito inteligente, porque uma das estringes ficou furiosa e me atacou, eu praticamente grudei nela, e viramos um bolo de Alex e tucano-morcego-sapo no ar.


Cálculos escreveu:
Meu ataque: 3 x 2 (efeito do elmo) + 3 + 5 = 14
Defesa da Criatura: 4 + 8 = 12
Pontos de vida do Ahool: 5 – (14 - 12) = 3 (VAI QUE É TUA ANNIKEN!)

Contra Ataque da Criatura: 8 + 4 = 12
Minha defesa: 4 + 3 + 5 = 12
Meus pontos de vida: 10 – (12 - 12) = 10 (E A TEXUGA SOBREVIVE, AMÉM *-*)



TAGGED: Mile Davies, Anniken Norgaard, Drake Duhamel NOTES: então, como são 10 pontos de vida, Mile tirou 5 do morcego, acho que era pra ele ter morrido, e já que a Alex tirou só 2, então ela transformou em passarinho o morcego quase morto ;x não faz muito sentido, eu sei, mas qualquer coisa eu edito, okay õ/ ações finalizadas (?) WEARING: click here CREDITS: SHINJI @ OPS!



Voltar ao Topo Ir em baixo
Anniken H. Nørgaard
Aluno(a) Lufa-Lufa
Aluno(a) Lufa-Lufa
avatar

Mensagens : 76
Data de inscrição : 25/04/2011

Ficha do personagem
Agilidade: 2
Ataque: 4
Defesa: 4

MensagemAssunto: Re: Fortaleza do Sul - 2ª Tarefa do Torneio   Ter Out 09, 2012 10:50 pm

Anniken H. Nørgaard efetuou 1 lançamento(s) de dados (Pontos de Duelo.) :
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anniken H. Nørgaard
Aluno(a) Lufa-Lufa
Aluno(a) Lufa-Lufa
avatar

Mensagens : 76
Data de inscrição : 25/04/2011

Ficha do personagem
Agilidade: 2
Ataque: 4
Defesa: 4

MensagemAssunto: Re: Fortaleza do Sul - 2ª Tarefa do Torneio   Ter Out 16, 2012 12:10 am



Smells like trouble - - -


No fundo, bem no fundo, mas bem no fundo da minha alma ainda havia uma pequena esperança de que a segunda tarefa fosse melhor que a primeira, me animei quando pudemos escolher o Drake como... sei lá pra que, até sugeri que talvez fossemos despí-lo e cobrí-lo com chantilly e depois enfeitar, seria uma boa tarefa, pontos por criatividade. Mas aí o Mile correu pro banheiro e começou a fazer barulhos do que eu acho que foi vômito, não entendi o porque já que ele devia ser o que mais ia gostar da ideia segundo os boatos sobre as tendências que ele segue, mas enfim, todos sabemos que ele estava fazendo outra coisa.
Na verdade eu criei uma ótima teoria baseado nisso, como o Mile é barulhento nessas horas ele precisa de um lugar sombrio e abandonado (fetiches, fetiches) logo, a masmorra, e aí está. A maioria das crianças teme as masmorras por ouvir os barulhos e achar que são montros, mas na verdade, é só o Mile fazendo coisas feias, prendam o meliante! Isso se ele não for útil, mais uma vez, como a isca da tarefa, e ao escolher o modo galinha pra voar ele estava se auto voluntariando, ou seja, eu não precisaria ouvir outro discurso da Tia Helga sobre o valor da amizade e trabalho em grupo.
Ah, trabalho em grupo. Estava funcionando tão bem que provavelmente a Alex deveria ter passado para o lado inimigo e estava atraindo todas aquelas coisas malditas para cima da gente antes de se engalfinhar com um e começar a cair e o pior era que o companheiro do macacego maldito havia voltado e não estava nem um pouco feliz. - ANDA PALERMA, VAI BUSCAR A ALEX!- empurrei Mile na direção do bolo de Alex e voei para mais perto da fortaleza onde Drake não parava de soltar feitiços - ME AJUDA, O QUE EU FAÇO.. COM AQUILO?!- - É seu trabalho, já estou ajudando bastante fazendo o serviço de vocês aqui.- ele deu de ombros e eu senti o sangue subindo a cabeça. - Sonorus!- aproximei a varinha da boca e dei o berro mais alto da minha vida em direção a nuvem de cruz credo que se aproximava, quando a onda sonora finalmente chegou eles ficaram atordoados e fizeram o barulho mais horrível que já ouvi. - QUIETUS! PRA QUE ISSO!!? - Estou fazendo seu trabalho que é nosso pra que você me diga o que.. AH NÃO!- o morcegão 2 vinha em nossa direção mas... de costas.. como se fosse... NÃO!
Era tarde demais, um líquido fedendo a brejo cheio de esgoto de trasgo com suor de chinchila misturado com cozido de bucho e fígado e leite de cabra apodrecido veio em minha direção e... AQUELA COISA ACABOU DE CAGAR EM MIM!!!! JOVENS!!! VOCÊS VIRAM.. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH! - FILHO DE UMA.... AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH! ASCENDIO- o feitiço me jogou pra mais acima que aquele morcego imbecil o suficiente pra que eu pudesse jogá-lo para baixo. - Estupefaça- o feixe de luz bateu no bicho e o jogou no chão da fortaleza, voei para baixo e quando estava me aproximando o morcegão deu um impulso pra cima e quase torou minha perna - MINHA PACIÊNCIA COM VOCÊ TÁ ACABANDO!- garras passaram por mim mais uma vez - QUIETA, LESSIE! IMMOBULUS!- ouvi Alex e Mile chegando mas não dei atenção - AGORA VOCÊ VAI VER! Everte Statum- o bicho foi jogado contra a parede - Everte Statum- e jogado de novo Everte Statum- ouvi algo do tipo "ele já foi" "anniken chega" Everte Statum- alguém tirou a varinha da minha mão e outro me segurou - ELE ME USA DE BANHEIRO E SÓ APANHA ISSO?!- Alex que me segurava foi para trás, agora ela estava suja também. - HAHAHAHAHA viu foi se intrometer!- me preparei pra pular no coisa ruim jogado perto da parede e partir pras vias de fato, mas dessa vez me imobilizaram e não teve outro jeito a não ser me debater e xingar até desistir e esperar ser escovada com uma bucha de aço e ferro até a alma.

Cálculos escreveu:

Ataque da criatura: 8 + 4 = 12
Minha defesa: 4+ 2 + 6= 12
Meus pontos de vida: 10 - (12 - 12) = 10 (bj pro recalque)

Meu ataque: 4x2 (efeito do elmo) + 2 + 6 = 16
Defesa da criatura: 4 + 8 = 12
Pontos de vida do Ahool: 10 - 16 = -6 (FLW FLW FLWWWWWWWWWWWW)

POST: 001 │ TAGGED: Alex, Mile, Drake │ WEARING: HERE │ NOTES: aaaaaaaaaaaaaah desculpa pela demora, pela qualidade do post, pela tosquice, pela demora, por ele estar mal acabado e... ;-; ;-; me avisem qualquer coisa ok? *Aé, como o outro Ahool virou passarinhos e como sobraram 6 pontos de ataque, acho que desconta então nem citei no post.
CREDITS: BABY DOLL @ OPS
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narrador
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 479
Data de inscrição : 23/10/2010

MensagemAssunto: Re: Fortaleza do Sul - 2ª Tarefa do Torneio   Qua Out 17, 2012 10:35 pm

- Inimigo Derrotado -

__________________________________________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Narrador
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 479
Data de inscrição : 23/10/2010

MensagemAssunto: Re: Fortaleza do Sul - 2ª Tarefa do Torneio   Seg Out 22, 2012 11:58 am



A curiosa equipe lufana aos céus galgou, com seus elmos alados a lendas vikings se assemelhavam. Dois raios amarelos para a fortaleza ao sul logo se encaminharam, mas um dos texugos voadores para trás foi deixado. Seriam os jovens amarelos a voar habituados? Texugos vivem sob a terra, e céu não era seu lugar adequado.

O barulho de correntes tinindo na arena aérea ressoou, a gaiola se abriu e de dentro dela um bando de estriges escapou, seguida por dois terrores indonésios de tamanho descomunal. Morcegos gigantes hematófagos com toda certeza não eram o adversário mais esperado. Sempre sangue, era o que dos lufanos era esperado. O padrinho Drake aos afilhados protegeu, silenciando os monstros para que os lufanos surdos não ficassem.

O combate começou! E foi o lufano Mile quem de imediato a luta se lançou. Congelar estriges foi um golpe de sorte, mas foi na tempestade que o garoto conjurou que vimos como o pequeno incendiário podia ser destemido e forte! Os céus rimbombaram com os trovões, e um dos morcegos gigantes pelos raios quase foi eletrocutado.

Mas as meninas também mostraram o seu valor, e foi Alex, a lufana alada que sua garra demonstrou. Sair no tapa com estriges em pleno ar, embora não muito habilidoso, provou sua bravura. Em resgate ao companheiro, sua habilidade transfiguratório convocou, e o morcego gigante semi tostado em pássaros inofensivos transformou.

Faltava apenas mais um inimigo, e dessa vez foi a pequena feminista em salto alto que da criatura deu cabo. Anniken como sanitário não admitiu ser utilizada, e numa dessas aprendemos como lufanas podem ter uma força descontrolada. Colidir o último Ahool até fazê-lo ter um traumatismo craniano foi a estratégia em meio a raiva utilizada. Tirem morcegos de perto dessa menina, na próxima ela vai arrancar a cabeça da criatura a dentadas.

E mais uma vez a equipe dos lufanos, contrariando as expectativas, foi a primeira a terminar seu desafio. Serão eles os azarões? Ou a lealdade e o trabalho em equipe serão sua maior arma? Os aplausos da escola e os gritos da fundadora Helga Hufflepuff de cabelos revoltos, lançando centelhas douradas, no balão parecem nos dar sinal de que isto é apenas o começo da confusão... "Hey, hey, hey! Texugos são os reis!" É o grito que se escuta pelos céus.

__________________________________________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Fortaleza do Sul - 2ª Tarefa do Torneio   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Fortaleza do Sul - 2ª Tarefa do Torneio
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Exemplos para Torneio
» Resultados do Torneio Genin 2012
» torneio global
» Terminando a tarefa
» Nova forma de Torneio Global

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fidelius RPG :: POSTS 6º ANO :: HOGWARTS - Posts Internos-
Ir para: