Fidelius RPG
Seja bem vindo(a) ao FIDELIUS RPG!!! Por favor se cadastre e em um prazo de UMA semana no máximo você será liberado(a) e fará parte do segredo.

Fidelius RPG

Hogwarts sempre ajudará aqueles que a ela recorrerem!
 
FAQInícioPortalRegistrar-seConectar-se
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Direitos Autorais
Calendário ON



Fundadores



Protego

Compartilhe | 
 

 Palácio de Inverno - Rússia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Anya Braginskaya
Aluno(a) Sonserina
Aluno(a) Sonserina
avatar

Mensagens : 7
Data de inscrição : 25/10/2012

Ficha do personagem
Agilidade: 3
Ataque: 5
Defesa: 2

MensagemAssunto: Palácio de Inverno - Rússia   Qui Nov 15, 2012 7:40 pm



Palácio Real Russo


Localizado na Rússia, numa região bem povoada, dentro dele mora o Czar Nicolai, a família real e nos terrenos ao redor os servos da família real.
É bem grande e Anya acha que ele fica mais bonito em dias de calor, pois mostra o magnífico jardim e belas flores, como girassóis que Anya tanto ama.
Raramente ele está como Anya gosta, quase sempre é coberto por uma grossa camada de neve e os lagos congelados.



Última edição por Anya Braginskaya em Seg Abr 29, 2013 10:05 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anya Braginskaya
Aluno(a) Sonserina
Aluno(a) Sonserina
avatar

Mensagens : 7
Data de inscrição : 25/10/2012

Ficha do personagem
Agilidade: 3
Ataque: 5
Defesa: 2

MensagemAssunto: Re: Palácio de Inverno - Rússia   Qui Nov 15, 2012 8:16 pm





Residentes


O atual czar, Nicolai é um homem que detesta esperar, faz o que quer, quando quer e como quer, receber ordens não é uma coisa com que ele está acostumado.
Nicolai é cruel, sangue frio, sem escrúpulos, ele simplesmente pensa em se manter no poder e pisa em tudo e em todos para isso.
Corajoso, enfrenta o mundo e o fundo se algo que ele quer ou algo que ele gosta depende disso.
É atraído por pessoas com um caráter forte como o seu, tanto que se casou com uma mulher assim, a estranhamente cruel Natasha.
Nicolai Braginski
Credits: Baby Doll @ ETVDF



Natasha é uma veela tal como Anya, porém costuma usar seus poderes com muito mais frequência, como usou para conseguir seu atual cargo de Ministra da Magia Russa.
Realmente gosta do jeito de Nicolai e o ama com todo o coração, se encostar um dedo nele sem a sua permissão pode acabar sem ele.
A mulher é bem interesseira, adora poder e faz de tudo para tê-lo, é a mulher com o cargo mais cobiçado no mundo trouxa pelas mulheres e esbanja de sua riqueza, no mundo dos bruxos também tem um cargo cobiçado, adora saber que as pessoas a invejam.
Natasha Braginskaya
Credits: Baby Doll @ ETVDF



Misha é desejado por todas as mulheres da Rússia, afinal, entrar para a realeza é o sonho de muitas.
O garoto não sabe a hora de parar e adora quando o pai o manda derramar sangue, Misha é um homem tão frio quando o inverno russo.
Sente um pouco de inveja de Anya, mesmo ele sendo o mais velho e herdeiro legítimo da Rússia, teme que ela, que consegue convencer a todos, assuma o trono em seu lugar.
Guarda um sentimento de liberdade no coração, às vezes só quer sair, conhecer o mundo e se divertir com quantas garotas puder.
Misha Braginski
Credits: Baby Doll @ ETVDF



Dominika é uma criança fofinha e adorável aos olhos despercebidos de qualquer um, mas, tal como todos da família real, nunca se leve pela aparência.
Dominika herdou o dom da família pela mãe, é uma veela porém ainda não sabe de nada, é muito cedo também para manifestar poderes dessa sua habilidade extra.
A pequena tem uma certa adoração pela irmã Anya, tudo o que Anya faz ela acha incrível e quer fazer também, Anya não teria coragem de machucar Dominika, por incrível que pareça.
Fala que um dia quer ser cruel como os irmãos e bonita como Anya e Natasha, sim, ela tem certos traços psicopatas.
Dominika Braginskaya
Credits: Baby Doll @ ETVDF



O irmão gêmeo de Anya que conseguiu escapar do ataque a casa dos Grozny sem ela saber, agora trabalha no Palácio Real Russo, é o servo pessoal da família real e está sempre os acompanhando onde quer que eles estejam, está mais perto de Anya, o czar Nicolai acredita que ela precisa de mais proteção por ser uma garota, o que ele não sabe é que colocando ele perto de Anya pode representar um perigo ao seu atual status.
Anya não sabe que Ivan é seu irmão, acredita que o irmão morreu no incêndio e que a culpa foi sua, ela não o reconheceu, mas Ivan sabe muito bem quem ela é, quer apenas a felicidade da irmã, nem que para isso morra tentando mantê-la feliz.
Na família Grozny, tem dois dons que geralmente os bruxos recebem: metamorfomagia ou ser uma veela, nesse caso, Ivan é um metamorfomago enquanto Anya é uma veela.
Ivan Vassiliévitch Grozny
Credits: Baby Doll @ ETVDF


Última edição por Anya Braginskaya em Sab Dez 01, 2012 6:02 pm, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anya Braginskaya
Aluno(a) Sonserina
Aluno(a) Sonserina
avatar

Mensagens : 7
Data de inscrição : 25/10/2012

Ficha do personagem
Agilidade: 3
Ataque: 5
Defesa: 2

MensagemAssunto: RP FECHADA   Qui Nov 22, 2012 9:10 pm

this is how it works
I'll kill you now,
you stupid betrayer

Anya Braginskaya
Nicolai Braginski
Natasha Braginskaya
Misha Braginski
Dominika Braginskaya
Ivan Vassiliévitch Grozny

Local: Palácio Real Russo
Dia: 10 de Novembro de 1805
Horário: 14:00 horas
Clima:Extremamente frio, a neve era densa
juro não ter piedade
Credits NikkiReedBS ® Oooops
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anya Braginskaya
Aluno(a) Sonserina
Aluno(a) Sonserina
avatar

Mensagens : 7
Data de inscrição : 25/10/2012

Ficha do personagem
Agilidade: 3
Ataque: 5
Defesa: 2

MensagemAssunto: Re: Palácio de Inverno - Rússia   Sab Dez 01, 2012 6:44 pm

sing your song of farewell
You better hide for my freezing hell

A princesa russa estava sentada em seu quarto, admirando a beleza da pesada neve que caía lá fora, pensava que seria uma questão de minutos até alguém aparecer para atormentá-la, mas sempre era algo como uma execução ou queima que a inquisição exigia que a Família Real estivesse presente... mal terminou seu pensamento e ouviu alguém bater na porta.
- Entre! - disse a garota com uma voz sem emoção, a maioria das suas falas eram feitas nessa voz.
O garoto entrou, era Ivan, o servo pessoal da Família Real, ele acompanhava mais Anya, que nesse momento o encarava com curiosidade.
- Princesa, o Czar me mandou chamá-la para uma execução. - disse o servo, Ivan, olhando fundo a imagem parada de Anya, se perguntava quando ela iria reconhecê-lo.
- É sempre a mesma coisa não? - comentou ela, virando a cabeça com um olhar um pouco psicótico - Ele quer que eu o elimine?
- Sim, Vossa Alteza. - disse Ivan se curvando quando Anya se levantou.
- Então vamos terminar isso logo... - ela se dirigiu até a penteadeira, ali se sentou calmamente e colocou a tiara em sua cabeça, a tiara que a identificava como princesa da Rússia.
Anya caminhava em passos sonoros pelo corredor do Palácio, Ivan ia logo atrás dela, seu rosto já mostrava traços de um possível sorriso, ela realmente adorava isso.
Vermelho, tudo ficaria vermelho, ao lembrar dos gritos desesperados dos condenados parecia ficar mais forte, ela era um animal incontrolável, e é por isso que as execuções geralmente não aconteciam logo depois que a pessoa era condenada, vários eram condenados e então juntos, Anya matava a todos, o Czar sempre assistia a tudo maravilhado com a habilidade e frieza da garota, nunca se arrependeu de tê-la adotado, apenas gosta de saber que uma "máquina mortífera" está do seu lado, mas tudo tem um preço, se Anya ficar muito nesse estado de matança, uma após a outra, pode desmaiar por dias seguidos, quando essa "insanidade" toma conta de seu corpo, gasta muito sua energia, a deixando em um estado de hibernação aparentemente, como Anya odiava isso, depois de uma chacina vinha uma longa semana de cama, se acordasse mal conseguiria se mover.
- Vossa Alteza parece feliz por ser convocada para a matança. - a voz calma de Ivan acordou Anya do seu estado perigoso, não podia começar tão cedo assim!
Anya se virou para ele com um sorriso infantil no rosto, nunca se poderia mesmo saber se aquele sorriso era verdadeiro ou falso, ninguém sabe o que se passa na mente da perturbada Anya.
- Sempre estou feliz Ivan, ele confia em mim para fazer algo, parece bom, não? - ela riu baixinho, ainda assim parecia uma garota adorável aos olhos de quem não sabia sua verdadeira natureza.
Ivan sorriu, adorava o jeito bipolar da irmã, além do mais, sabia que depois que tudo o que ela quer acabar, ela irá voltar ao normal, sabe disso porque quando pequenos passaram por uma experiência parecida, mas obviamente não envolvia vidas humanas nisso.
- Ainda acho engraçado você se parecer tanto com meu irmão... Ivan - disse Anya se virando para ele - Até o mesmo nome, se não tivesse certeza que ele está morto, diria que você é ele.
O sorriso infantil não saía daquele rosto, Ivan achava que agora ela entregaria o jogo, diria quem era sem mais nem menos e correria o risco de acabar com as chances de matar o czar, ler a mente dela parecia fácil às vezes, mas em outras...
- Se não for muita intromissão Vossa Alteza, posso perguntar como seu irmão morreu? - ela não diria a verdade, tinha suas suspeitas, mas achava muito impossível Ivan estar vivo, nunca contaria a ninguém naquele lugar como sua família morreu, afinal, tudo aquilo era como um campo minado e Anya era uma mestra nesse jogo de mentiras.
- O frio Ivan, vim de uma família pobre, meus pais e irmão morreram por causa do frio, eu nem sei como consegui sobreviver com tudo aquilo... - o sorriso ainda plantado na face, como ela conseguia mentir tão bem? Se não soubesse a verdade, Ivan acreditaria sem tentar investigar coisa alguma.
- Compreendo, Vossa Alteza. - Ivan disse guiando-a até a sala do trono, ao lá chegar, Anya se ajoelhou diante de Nicolai, que permanecia sentado, apenas observando a garota.
- Então, finalmente apareceu... - ele tinha um sorriso malicioso no rosto, mas quando não tinha, sim? - Seu irmão está fora da cidade, gostaria que executasse um homem, acusado de traição.
A garota apenas forjou a imagem em sua mente, nesse momento o homem devia estar trancado numa masmorra, sem comida ou água, quase morrendo por causa do frio, isso seria muito fácil.
- Mais alguma coisa, pai? - Anya disse ainda ajoelhada.
- Sim Anya! - Nicolai se levantou de seu trono e caminhou até a loira, a pondo de pé - Você é minha filha, para que tanta formalidade?!
Ivan apenas observava a cena em um canto da imensa sala do trono, o sorriso de Anya parecia tão verdadeiro... será que ela teria se deixado levar pelas matanças que praticava frequentemente naquele lugar e tinha se esquecido de seu objetivo? Talvez não, mas quem sabe?! Aquela garota era uma incógnita ambulante.
- Ivan, acompanhe-a até as masmorras, no caminho, se encontrarem Natasha, entregue isso a ela - Nicolai colocou nas mãos de Ivan um frasco com um líquido colorido dentro - Apenas diga que eu consegui o que ela precisava.
- Certo, Vossa Majestade! - Ivan pegou o frasco cuidadosamente e seguiu esse gesto com uma reverência, depois seguiu junto de Anya até as masmorras.
O caminho era longo, o silêncio e o vento gelado que entrava pelas janelas fazia o cenário parecer vir de um conto de terror dos livros que Ivan e Anya liam geralmente, mesmo sendo bem no meio da tarde, as nuvens cobriam o Sol.
Natasha se encontrava parada em frente a uma janela, observando o jardim congelado, ao chegarem perto ela virou o rosto.
- Esse jardim fica muito belo no inverno, o lago congelado e a neve nas árvores... - apenas de encarar Ivan dos pés a cabeça reparou no frasco - Meu marido me mandou isso, Ivan?
- Ah, sim, Vossa Majestade. - Ivan entregou o frasco fazendo uma reverência, Anya achava isso realmente engraçado, a formalidade como ele tratava a todos naquele palácio, bom, era necessário, sim? Trabalhar de servo pessoal da família real tem seus limites e regras.
Saíram de lá o mais rápido possível e então outro obstáculo apareceu no caminho, a adorável Dominika.
- Anya! Anya! Vai mandar pessoas para os lugares ruins hoje?! - Dominika perguntou com o maior sorriso do mundo e os olhos brilhando.
Um sorriso verdadeiro escapou dos lábios de Anya, ela realmente amava aquela garota.
- Como sempre minha pequena! - ela passou as mãos pelas mechas douradas da irmãzinha - Quer ir junto para ver, como sempre vai?
- Sim! Sim! Eu posso mesmo?!
- Mas claro! Venha! - de mãos dadas, as duas seguiram até as masmorras, Ivan permanecia alerta a qualquer perigo, era realmente fácil alguém querer invadir aquele castelo, não seria a primeira vez se acontecesse.
Ao chegarem as masmorras, as portas foram abertas e eles adentraram, um soldado logo entregou a Anya sua espada, ela sabia que não usaria muito a espada, ela queria fogo dessa vez, também seria algo novo para Dominika, por incrível que pareça ela nunca tinha visto alguém morrer queimado.
O homem foi retirado da sua cela, Anya indicou com a cabeça uma espécie de pilar de pedra que se encontrava no canto da masmorra e mandou que o amarrassem e amordaçassem.
- Então é você que resolveu dar trabalho... - ela dizia sem nem olhar para o homem, que já parecia desesperado o suficiente - Sabe, nós não queremos crianças que não saibam brincar!
Ela sorria para ele e então fez um corte em sua barriga com a espada, continuou nessa até achar que o homem tinha cortes o suficiente, queria que ele ainda estivesse vivo para ser queimado.
- Homens. - os soldados apareceram rapidamente - Me arranjem lenha, quero tudo colocado aos pés dele o mais rápido possível.
O crime que ele cometera era traição, isso era realmente imperdoável, Anya seria até menos cruel se tivesse sido qualquer outra coisa, apenas cortaria a cabeça e então colocaria um fim em tudo, mas traição estava fora desse contexto, detestava traidores, mesmo que um dia se revelaria uma para a família Braginski, mas eles merecerão o futuro castigo.
Os homens chegaram rapidamente e logo posicionaram tudo perto do traidor.
- Comece a rezar... traidor! - essa foi a última fala sorrindo, seu semblante então se tornou obscuro e assustador, ela pegou a varinha e apontou para o monte de lenha - Incendio!
Se afastou o suficiente para não derreter de calor, o cheiro de queimado que preenchia o ambiente era um dos melhores perfumes que podia sentir, os gritos desesperados pedindo por ajuda eram como música para seus ouvidos, Dominika também parecia estar apreciando o "espetáculo", assim que o homem finalmente morreu, apagaram o fogo rapidamente e, antes de apagar, tudo o que Anya conseguiu dizer foi:
- Diga ao meu pai que tudo está feit-
Então caiu desacordada, Ivan a segurou antes que ela atingisse o chão como de costume, Dominika se preocupou com a irmã, mas Ivan disse que ela estava bem com um singelo sorriso.
AÇÃO FINALIZADA



additional info

- Tagged: Braginski family
- Clothes: here
- Notes: só resolvi postar com a Anya para pegar o jeito mesmo... sinto uma futura death knight aqui xD
- Lyrics: ice queen @ within temptation
Thanks, Baby Doll at ETVDF!


Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Palácio de Inverno - Rússia   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Palácio de Inverno - Rússia
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Calafrios? O Rei do Inverno chegou...
» Season 2011 Inverno - Preview dos novos animes
» Jardim de Inverno
» Os peões da guerra. (Crônica Oficial)
» Chat dos Tronos

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fidelius RPG :: POSTS 6º ANO :: Residência - Mundo Bruxo e Trouxa-
Ir para: