Fidelius RPG
Seja bem vindo(a) ao FIDELIUS RPG!!! Por favor se cadastre e em um prazo de UMA semana no máximo você será liberado(a) e fará parte do segredo.

Fidelius RPG

Hogwarts sempre ajudará aqueles que a ela recorrerem!
 
FAQInícioPortalRegistrar-seConectar-se
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Direitos Autorais
Calendário ON



Fundadores



Protego

Compartilhe | 
 

 Espontânea Pressão - RP DADOS

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Brandon Leobald
Aluno(a) Grifinória
Aluno(a) Grifinória
avatar

Mensagens : 68
Data de inscrição : 14/03/2012

Ficha do personagem
Agilidade: 5
Ataque: 2
Defesa: 3

MensagemAssunto: Espontânea Pressão - RP DADOS   Dom Dez 09, 2012 10:43 pm

- RP FECHADA -





BRANDON LEOBALD


PANDORA MADLEY

21 de novembro de 1805, 12h30
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pandora Madley
Aluno(a) Sonserina
Aluno(a) Sonserina
avatar

Mensagens : 1160
Data de inscrição : 26/09/2010

Ficha do personagem
Agilidade: 4
Ataque: 3
Defesa: 3

MensagemAssunto: Re: Espontânea Pressão - RP DADOS   Dom Dez 09, 2012 10:45 pm

Aquilo era inaceitável, como aquele cachorro que até ontem dormia comigo, me aquecendo a noite toda, agora vivia apaixonado, a suspirar pelos cantos, a FUGIR de mim? Como Snow podia fazer isso comigo? Eu era a mãe dele e eu não estava pronta pra ser avó novamente, até porque sabe-se lá o que sairia da mistura do meu bebezinho com aquela monstra, psicopata, ladrona de filhotes de suas mães. Eu sabia, ela queria usar meu bebe, abusar da inocência dele, o corromper lentamente. E eu não permitiria isso!!!!

Eu ainda conseguia me lembrar do meu choque, quando um dia eu indo procurar Snow, pelos corredores, ouvi uns sons estranhos. E já pensei que era algum casal afoito demais, e quando abri vi quela coisa enorme embaixo do meu snowzinho. E ele lá todo feliz e serelepe mordendo ela. AQUILO NÃO ERA CORRETO, ELE NEM HAVIA SE CASADO AINDA! Primeiro o anel, depois a farra de rolar no piso, no colchão, na pia, onde quer que fosse.

Eu havia me decidido a por um fim naquele romance, mas eu não poderia ir sozinha, eu precisava de ajuda. Afinal eu nunca lidei bem com sentimentos, e em hipótese alguma eu queria magoar meu pequeno cachorrinho. Logo sai a procura de alguém, eu havia desistido de meu dia em Hogsmeade por isso, mentira, eu havia encomendado todos os doces, que eu queria consumir, e eles chegariam ao final do dia. No meio do caminho eis que vejo Brandon, todo arrumadinho, perfumado e feliz andando pelos corredores.

-BRANDON!!!! -Berrei dando nele um grande susto. E sorri de forma angelical, sabem aquele sorriso meu que ninguém resiste e começa a rezar. E entrelacei meu braço no dele. -Sinta-se honrado.. Calma, não, não vou casar..,. Que Mané ter filhos. Eu preciso da sua ajuda!!!! O snow está sendo abusado, corrompido!!!!! -Falei dramaticamente, o arrastando, ignorando qualquer comentário dele. E o puxei loucamente pelos corredores, imaginando já o que aquela crápula poderia estar fazendo com meu bebezinho.

Caminhamos pelo corredor, até eu achar onde aquela criatura, cheia de pelos se escondia. E empurrei a porta, deixando ele ver a cena que a um dia atrás não saia de minha mente, meu Snowzinho, deitado ao lado daquela filhote de três cabeças, que tinha uma das cabeças deitadas na patinha do meu bebe, e duas me olhando. O que? Eu sou a mãe dele, e ela seria o que? Minha nora, ela que me respeite ou a jiripoca vai piar, cantar e perder as penas aqui!!!!!

–Entendeu agora? Olhe o que ela fez.. Ela seduziu meu bebezinho!!!!!-Exclamei apontando o dedo pro animal que uma cabeça rosnou, a outra colocou a língua pra fora e a outra lambeu o focinho do meu filhote. Ela estava me provocando em triplo, ela queria ver uma ruiva perder a cabeça, ou melhor fazer ela perder a cabeça, e seriam três, no mínimo eu seria enquadrada em triplo homicídio, se bem que seriam três cabeças rolando vindas do mesmo corpo.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Brandon Leobald
Aluno(a) Grifinória
Aluno(a) Grifinória
avatar

Mensagens : 68
Data de inscrição : 14/03/2012

Ficha do personagem
Agilidade: 5
Ataque: 2
Defesa: 3

MensagemAssunto: Re: Espontânea Pressão - RP DADOS   Seg Dez 10, 2012 11:37 am


Uma quinzena era o tempo que muitos alunos esperavam para poderem sair daquele castelo, tirar o uniforme e se vestir como pessoas normais, ou bruxos que já não precisam mais estudar. Hogsmeade era o local mais espero de todos os tempos, principalmente para o leão da torre. Seus cabelos estavam arrumados, pela primeira vez, ou segunda, tinha tomado um banho demorado e escolhido a melhor roupa de passeio. Sua amada Helena estava nos jardins já o esperando enquanto o cavalheiro ainda acabava de se arrumar.

Ele estava atrasado há quase vinte minutos, estava até um pouco corado, mas estava no final muito bem arrumado, tudo que sua prometida sempre quis ver. Espero só que não esteja nervosa comigo... Pensou saindo do Salão Comunal e indo pelos corredores a passos largos, para não chegar mais um minuto atrasado. Olhou de relance pela janela e o tempo até não colaborava muito, mas o importante era a companhia e não importa como está ao redor, estando com Helena tudo é diferente era como se ele estivesse vivendo em um mundo paralelo e que os fatos não lhe influenciavam. Só os dois.

Estava totalmente distraído e quase tropeçou quando o silencio do corredor foi interrompido bruscamente com o seu nome. Uma garota lhe gritou, e ele hesitou no começou acreditando ser Helena que o fora procurar. – Helena, me perdoa... – e quando se virou foi quase atacado por uma cobra ruiva, que logo o pegou pelo braço e já o fez sair andando na direção contrária. – Hãn... Oi Pan... – cumprimentou timidamente. Pensou um pouco e respirou fundo. – Você vai casar finalmente? – indagou ainda sendo carregado pela garota. – Então, vai ter filhos? – mas a resposta também foi negativa.

- Olha Pan, eu não tenho tempo para brincadeiras, eu preciso ir me encontrar com a Lena, e sabe como ela fica quando eu sumo... Ou vai saber o que mais... – resmungou e até lutou, mas a garota parecia ter incorporado qualquer coisa menos uma dama sonserina. E o puxou corredor a fora. Ele até tentou esticar o braço para se agarrar em algum lugar, foi em vão. Helena...

Estou sendo sequestrado... Pensou já se entregando ao acontecido. Tudo por causa de um maldito cachorro que eu dei, e agora sou culpado e tenho que ir procura-lo Pensou também em dizer algo para a Pandora, mas sabia que qualquer coisa que falasse ela poderia interpretar mal. Apenas a acompanhou andando pelos corredores escuros e o jovem leão teve um pequeno calafrio, achando que a garota poderia fazer algo de errado com ele, algo que só queria fazer com a Helena, sabia do histórico daquele lugar, que era só visitado por casais para tal ato.

- P-Pan... – tentou dizer, mas alguém conseguia fazer aquela garota ruiva desmiolada parar e ouvir? Ela apenas seguiu e não contente o empurrou para dentro de uma sala. – P-Pan... – tentou novamente, mas ela fechou a porta. Seria agora que eu estaria morto? pensou Como ela pode ter usado a desculpa do cachorro que eu dei...

A principio parecia mesmo uma desculpa, tudo tinha a crer que era isso, não tinha como acreditar na ruiva, mas confessou que estava completamente errado, e suou frio quando viu o que o aguardava mesmo ali dentro. Deu alguns passos para trás se encostando na garota e sentindo a esmagar um pouco contra a porta. Brandon seguiu a ponta do dedo dela, que era um pouco torto, mas ele entendeu. Viu Snow, o infeliz do cachorro que dera para a menina, e junto dele um cachorro de três cabeças. A cena era inusitada e sabia que não daria muito certo pegar ele do animal maior, mas com certeza se ele saíssem dali não precisariam voltar mais.

- Já percebeu a caixa que tem embaixo do cachorro de três cabeças? – perguntou apenas falando sem se virar para a ruiva. – Cadela, que seja... É a sua nora e ponto final... – riu um pouco com a desgraça alheia e se afastou da ruiva que tentou lhe bater. – A situação é a seguinte, eu pego o Snow e você pega a caixa... – olhou para a menina que não tirava os olhos do animal que cuidava agora do seu cachorro. – Olha eu quero a caixa... Por mim deixava até o cachorro aqui – comentou e levou outra tapa. – Estou só brincando... – passou a mão no braço onde ela havia lhe batido e riu um pouco mais.

Brandon se levantou e olhou para o animal de três cabeças, duas o olhavam e a terceira ficava brincando com Snow. – Hei, Snow. – assobio e chamou a atenção de todos. – Acho que me precipitei um pouco... – disse dando alguns passos para trás e fugindo de uma mordida que poderia lhe arrancar a cabeça fora. Olhou para o lado e viu a ruiva brigando com outra cabeça e que estava perto do seu cachorro branco. – Como vamos parar essa coisa? – e ela lhe respondeu ironicamente, agora sim, parecia uma sonserina. – De nada, senhorita! – retorquiu e apanhou a varinha, usando um feitiço apenas para dar um estalo no focinho grande perto de si.

- Temos que acalmar essa coisa! – gritou quando outra cabeça tentou lhe alcançar, mas também errou por conta da coleira. – E eu que só queria me encontrar com a Helena, você vai se explicar para ela... – resmungou para a ruiva que tentava alcançar o seu filhote, mas que não conseguia mais êxito do que ele. – Eu não vou seduzir ela, pode parar com essa historia... Ela ama o seu filho! Me deixa fora disso! – responde atirando outro feitiço para apenas afastar o animal deles.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Espontânea Pressão - RP DADOS   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Espontânea Pressão - RP DADOS
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Porta Retrato Dig - Medid. Pressão - Mortal Kombat 9
» Teste para Lançamento de Dados
» Usar dados de outra pessoa, processo? ou apenas Intimidação?
» DADOS SELVAGENS
» Jogar dados pqsim

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fidelius RPG :: POSTS 6º ANO :: HOGWARTS - Posts Internos-
Ir para: