Fidelius RPG
Seja bem vindo(a) ao FIDELIUS RPG!!! Por favor se cadastre e em um prazo de UMA semana no máximo você será liberado(a) e fará parte do segredo.

Fidelius RPG

Hogwarts sempre ajudará aqueles que a ela recorrerem!
 
FAQInícioPortalRegistrar-seConectar-se
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Direitos Autorais
Calendário ON



Fundadores



Protego

Compartilhe | 
 

 26.03.1806 - Taken II - RP Fechada

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Mile Davies
Aluno(a) Lufa-Lufa
Aluno(a) Lufa-Lufa
avatar

Mensagens : 1149
Data de inscrição : 28/07/2010
Idade : 26

Ficha do personagem
Agilidade: 3
Ataque: 4
Defesa: 3

MensagemAssunto: 26.03.1806 - Taken II - RP Fechada   Dom Jan 27, 2013 9:05 pm

Taken II

Walking in the light




Na manhã seguinte após isso...

Dia: 26 de Março de 1806
Hora: 7 horas da manhã
Clima: Manhã ensolarada sem nuvens

Participantes
Mile Davies
Catherine D'Angelo





- RP Fechada -

Mile Davies & Catherine D'Angelo
Floresta Proibida Hogwarts



Template by ~moony {modified}
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mile Davies
Aluno(a) Lufa-Lufa
Aluno(a) Lufa-Lufa
avatar

Mensagens : 1149
Data de inscrição : 28/07/2010
Idade : 26

Ficha do personagem
Agilidade: 3
Ataque: 4
Defesa: 3

MensagemAssunto: Re: 26.03.1806 - Taken II - RP Fechada   Dom Jan 27, 2013 10:19 pm

Headache

Wake up in the forest!


Ainda de olhos fechados, me virei quando senti o vento frio.

- Droga James, eu já falei mil vezes pra você fechar a porta quando sair! – resmunguei sonolento. O maldito colega texugo tinha uma mania terrível de sair do nosso dormitório e deixar as portas e janelas escancaradas. Daí alguém pega uma pneumonia transgriforiana após tomar um vento gelado de sudoeste nas costas e não sabe a razão. Hunf!

Definitivamente eu tivera um sonho muito estranho na noite passada. Eu não lembrava direito do que tinha sonhado, mas com certeza envolvia luzes e barulhos metálicos repetitivos. Ainda de olhos fechados levei a mão a cabeça, ela estava praticamente explodindo. O que acontecera mesmo antes de eu dormir? Não lembro direito... Foi somente quando eu abri os olhos e escutei o barulho de passarinhos cantando que me toquei que alguma coisa estava errada.

- Peraí... – abri os olhos lentamente, tentando me acostumar com aquela claridade nada comum no dormitório dos texugos. – Isso não é a Toca e eu não faço ideia de onde estou... – esfreguei os olhos e me sentei. Olhei em volta, com a visão ainda borrada e só consegui enxergar um mundo de mato por todos os lados. – Santo Merlin... Como eu cheguei aqui? – arregalei os olhos e coloquei as mãos sobre o meu tórax. Estava um pouco frio, mas calma ae... Eu não costumo dormir sem pijamas. E muito menos sem cuecas... – Cadê as minhas roupas??? O.O

Certo, esse é aquele momento estranho que você se belisca pra ver se é um sonho muito ruim ou um daqueles pesadelos bizarros que você vai pra aula correndo atrasado e se dá conta quando chega lá de que está completamente como veio ao mundo. Fechei os olhos com força e me belisquei novamente. Quando abri os olhos eu não tinha voltado a minha confortável cama com colcha de retalhos do comunal. Ainda tinha mato debaixo de mim, árvores e folhas em cima, um milhão de insetos tentando carregar meu corpo e o sol nascendo em algum canto a leste.

- Ok, nada de pânico. Você está sem roupas, numa floresta desconhecida e não sabe como chegou aqui. – repeti mentalmente pra mim. Certo, nessas horas tem que ter a cabeça fria. Isso não é situação para os fracos de miolos! – A última coisa que eu me lembro... Isso deve dar certo. – me esforcei, mas estava difícil lembrar, tamanha era a dor de cabeça.

Beleza, eu lembro que eu jantei na noite anterior com os meus colegas na mesa da Lufa-lufa. A Alex conseguiu espirrar suco pelo nariz (o que foi extremamente nojento), depois que o James fez uma imitação (nada digna por sinal) de como lutar com espada e degolando o peixe no prato da Nereida por acidente, a Gwen estava tendo uma crise de risos e tentando estancar o vazamento de suco de abóbora da Alex... Depois disso, eu fui pra onde mesmo? Lembro de um telescópio e... Sim! Eu fui pra torre de Astronomia, isso! Eu fui fazer o dever, aí a Catherine chegou e começou a levantar a saia pra mim. E por que, santo Merlin, ela estava fazendo aquilo mesmo? Claro que eu não faço ideia! Sei que texugos tem um charme fofo irresistível, grifinórias são taradas insaciáveis, então ela tentar me assediar assim não era tão desproposital. Eu não lembro de mais nada depois disso e... Olhei em volta e então vi uma figura deitada a alguns metros de mim.

- Outra pessoa. Talvez ela saiba o que aconteceu... – me levantei e caminhei em direção ao ser vivo. Conforme me aproximei, notei uma menina, de cabelos louros, também sem roupas, deitada próximo de um abeto. – Hey... – chamei, ainda com a cabeça doendo.

E só então notei que a menina sem roupa, também dormindo, era justamente Catherine. Parei de chofre, antes de acordá-la. Ok. Parem tudo! Texugos soltem fogos em honra ao irmão na luta! o/ Oficialmente esta é a primeira vez que vejo uma menina nua ao vivo na minha frente. É muito... Diferente do que imaginei. Quer dizer, das que eu vejo naturalmente. Tipo, as Playwitches não mostram como as curvas são suaves, nem como o movimento de respiração faz o peito descer e subir. Os cabelos dela caindo em direção ao pescoço. E a barriga tão lisinha, com pelos fininhos descendo em direção as pernas e... PÁRA NOVAMENTE! tem alguma coisa errada acontecendo aqui. O.O “Mile, se controle! Pense em tarântulas, palhaços e torta de enguias da tia Técia...” Dei um passo pra trás e um graveto seco estralou no meu pé.

- Bosta de dragão... – praguejei baixinho. Por Merlin, custava deixar ela dormir um pouco mais até eu terminar de olhar? ME DIGA!!! CUSTAVA??? Sabe lá Merlin quando vou ver de novo e quanto não vou pagar. x.x - Jesus? Você tá bêbada? Sou eu, o Mile. - a leoa então se deu conta da situação.

A garota levantou assustada, olhou de alto a baixo pra mim. Focou o olhar exatamente onde não devia. E então me dei mais conta ainda de que estava sem roupas, e pior, muito fora do estado normal em que um menino de família deveria estar. Cathe arregalou os olhos e se deu conta de que também estava sem roupas. Ok, acho que o grito dela diz tudo. Não sei porque, mas minha reação instintiva foi... CORRER!

Saltei por cima de um arbusto como pude, rolei por um barranco, dei três voltas ninjas numa árvore, escorreguei numa pedra, quiquei no chão e dei um salto mortal não intencional no tronco de um carvalho caído, sai capotando sobre uma moita com frutinhas roxas e me joguei no rio. Daí vocês me perguntam: por que você correu, criança texuga? E eu digo pra vocês: uma garota e um garoto sem roupas, ambos na floresta e sem saber o que aconteceu. Se a menina grita e chega alguém, é claro que não tenho nem chance de argumentar e falar “Veja bem... Eu não toquei nessa garota!” e as conclusões serão de que eu sou um tarado maníaco compulsório com requintes de crueldade. Tirariam meu couro antes que eu tivesse sequer a chance de esclarecer o mal entendido.

Me escondi roxo de vergonha no rio não sei por quanto tempo até que o Davies Júnior se acalmasse e eu pudesse sair sem ser acusado de atentado violento ao pudor. Não sei qual a conjunção cósmica ou a razão do universo conspirar contra minha humilde e pobre lufanidade inocente, mas por que SEMPRE que eu estou na Floresta Proibida (Sim, eu já me achei... Esse foi o mesmo rio perto do qual eu acampei com os texugos outro dia, e no qual a Anniken tentou me atacar pela primeira vez...) eu tenho que acabar sem roupas? O.O SANTA MORGANA DE AVALON! A MOITA TÁ SE MEXENDO! É um dragão da floresta e ele vai me devorar. Adeus mundo cruel! x.x

E era a grifinória me olhando de trás escondida entre as folhas. Franzi a testa e arqueei a sobrancelha quando notei que ela estava me olhando desconfiada. Pra falar a verdade, acho que além da desconfiança, ela estava curiosa.

- Sua roupa? Claro que eu não sei! Se você não percebeu eu também estou sem as minhas e agradeço informações que me levem ao paradeiro delas! – ergui os braços revoltados. – Eu não sei! JURO! Também acordei aqui sem saber de nada. A última coisa que lembro era que você estava levantando a saia pra mim na Torre de Astronomia e tudo mais... – droga, minha cabeça voltou a doer. Apertei a minha testa. – Olha, vamos deixar uma coisa bem clara, ok? Eu não toquei em você e não aconteceu nada entre nós... – pelo menos que eu me lembre. O.o” – Apenas acordei e vi que você estava sem roupas, assim como eu. – dei de ombros tentando me acalmar. – Tarado eu? HAHAHA! É muito mais provável que VOCÊ tenha me dopado e usado meu corpo. – eu me sinto fragilizado, sensível, um pouco vulnerável. Me sinto usado e jogado no meio da floresta. x.x – CONFESSA! VOCÊ ADULTEROU MEUS SAPOS DE CHOCOLATE PRA ME MOLESTAR!!! Ò.ó – sim, lembrei! Eu tinha oferecido sapos de chocolate, ela não comeu, mas eu sim... Por favor, me liguem com as autoridades. Temos mais um caso de “Boa noite Cinderelo” aqui em Hogwarts. – Ok, vamos nos acalmar... Isso não vai levar a lugar nenhum. O que você sugere que façamos? - primeiro, precisávamos pensar numa estratégia de voltar a Hogwarts. - Boa ideia! Certo, vou sair da água agora...

Quando saí (finalmente mais ‘contido’) a menina ainda assim deu um grito, “Ah! Pela santa paciência de Merlin! ¬¬”. Precisávamos voltar pra Hogwarts sem sermos vistos... Challenge accepted! o/



... Continues!

Mile DaviesFloresta Proibida Hogwarts



Template by ~moony {modified}
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
26.03.1806 - Taken II - RP Fechada
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [Fábrica] Mega Coders [FECHADA]
» [Crônica Fechada] Sinister Cabaret - Vampire The Masquerade - Denver By Night (Crônica Livre)
» [EO] Fábrica – Sistemas Eclipse Origins [Fechada]
» [Konoha] Academia Ninja
» [RP FECHADA] Blind Meet - 17/08/2015

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fidelius RPG :: POSTS 6º ANO :: HOGWARTS - Posts Internos-
Ir para: