Fidelius RPG
Seja bem vindo(a) ao FIDELIUS RPG!!! Por favor se cadastre e em um prazo de UMA semana no máximo você será liberado(a) e fará parte do segredo.

Fidelius RPG

Hogwarts sempre ajudará aqueles que a ela recorrerem!
 
FAQInícioPortalRegistrar-seConectar-se
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Direitos Autorais
Calendário ON

Fundadores




Protego

Compartilhe | 
 

 10.11.1805 - 1ª Tarefa "A Barca de Caronte" - Torneio de Hogwarts

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Narrador
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 484
Data de inscrição : 23/10/2010

MensagemAssunto: 10.11.1805 - 1ª Tarefa "A Barca de Caronte" - Torneio de Hogwarts   Sex Ago 17, 2012 10:50 pm

:: 1ªTarefa - A Barca de Caronte ::

Sob os protestos dos alunos, a escola havia sido fechada. Por três dias antes da 1ª Tarefa do Torneio nenhum aluno podia sair de dentro do castelo, até as aulas exteriores haviam sido canceladas. Os jardins de Hogwarts estavam vazios, porém uma intensa movimentação de bruxos era possível de ser ver pelas janelas. Alguns homens levavam o brasão do Ministério da Magia e haviam outros ainda que pareciam vindos de outras partes do mundo.

O que estava acontecendo? Se perguntavam os alunos da escola que se atreviam a olhar pelos vitrais... A Floresta Proibida continuava sussurrando e as árvores dançando com seus braços hediondos a cada brisa. Os Jardins permaneciam vazios, exceto pela presença de bruxos desconhecidos. A cabana do Guarda-caças com sua eterna fumaça espiralada. O lago permanecia impertubável. E os fundadores, assim como o diretor, permaneciam em sua marcial pose de mistério.

O que aquela calmaria toda podia esconder? Foi apenas a hora do almoço do segundo dia que algo realmente significante aconteceu. Uma caixa, ou seria uma gaiola transparente? Não era possível saber a distância, mas o fato é que havia um selo de uma pirâmide. Foi deixada próxima a um carvalho próximo a casa do Guarda-caças. Mas rapidamente foi retirada por um agente ministerial, sob gritos revoltados do próprio funcionário.

Ao fim do terceiro dia, o dia da competição, as aulas acabaram pela hora do almoço. O diretor Sir Brier convocou os campeões a uma sala de preparo, afastados do restante da escola. Eles não teriam contato até as oito horas. A primeira tarefa seria realizada a noite... A cada hora a ansiedade aumentava. Lidar com o desconhecido era uma maneira de provar a capacidade criativa, a força e a agilidade mental dos campeões.

Sob o barulho de passos, enquanto os alunos finalmente saíam para fora da escola, os campeões permaneceram em silêncio. Já haviam cogitado de tudo, desde lutar contra múmias do Egito (uma ideia bastante trabalhada pelos campeões sonserinos) a lidar com as esfinges do professor de Trato das Criaturas Mágicas (como os lufanos insistiam em dizer a quem quisesse ouvir). A equipe da Corvinal parecia receosa, mas mesmo menor não demonstrava fraqueza. Os grifinórios tentavam aparentar coragem, mas até eles pareciam tremer levemente a menção sobre múmias, esfinges e outras bizarrices.

Finalmente eles foram chamados. O próprio diretor os buscou. As equipes saíram juntas, todos os alunos já vestidos com os uniformes das equipes: uma camiseta e uma calça de tecido leve, nas cores das suas respectivas casas. O verde e prata brilhavam a luz das estrelas, o dourado e vermelho parecia incendiar a grama onde passava, o azul e bronze jaziam soturnos as luzes do castelo e o amarelo e preto brincavam com refletir a luz da lua e esconder as trevas da noite.

Quando viram o lugar onde ocorreria o torneio as coisas pareceram fazer mais sentido. Toda a escola encontrava-se acomodada em arquibancadas ao redor, iluminado por tochas em toda a sua orla...

Eles estavam indo para o Lago Negro.



“Diabo: À barca, à barca, houlá! Que temos gentil maré! (...)
Fidalgo: Esta barca onde vai ora, que assi está apercebida?
Diabo: Vai para a ilha perdida, e há de partir logo ess’ora.”
Gil Vicente – Auto da Barca do Inferno

“As grandes profundidades ainda nos são totalmente desconhecidas. (...) Que se passa nesses profundos abismos? Que seres habitam ou podem habitar a doze ou quinze milhas abaixo da superfície das águas? Como é o organismo desses animais? Mal podemos conjecturar.”
Júlio Verne - Vinte Mil Léguas Submarinas

__________________________________________________



Última edição por Narrador em Sex Ago 17, 2012 11:50 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sir Lancelot Brier
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 20
Data de inscrição : 26/07/2012

MensagemAssunto: Re: 10.11.1805 - 1ª Tarefa "A Barca de Caronte" - Torneio de Hogwarts   Sex Ago 17, 2012 11:22 pm

E lá estava eu, lindo e cavalheiresco em minha roupa de gala para a ocasião. Minha cartola sambava sobre a minha polida e linda cabeça. Os alunos me seguiam pelos jardins à escuridão da noite que se cerrava, eu acabara de ir buscá-los na sala de preparo. E não podia estar fazendo uma noite melhor! Com uma lua crescente, iluminando toda a região exterior do castelo, e estrelas prateadas que brincavam de brilhar no céu escuro. O lago parecia calmo, não tínhamos ventos e o clima era agradável, como uma noite de verão.

Olhei ao redor e toda a escola já havia se acomodado para assistir ao primeiro desafio do torneio. Minhas impressões? Bem, eu estava excitadíssimo com tudo aquilo! Perceberam meu andar saltitante e cavalheiresco com a bengala? Sim, estou pululando de felicidade. “Com sorte alguém perde o membro hoje!”. Decididamente tinha faltado aquele meu toque pra animar as coisas por aquela escola. Os níveis de adrenalina dos diabinhos era perceptível e quanto mais nos aproximávamos do Lago Negro, mais eles compreendiam em silêncio onde as coisas aconteceriam.

Finalmente chegamos ao Lago. Os fundadores sentavam-se na arquibancada mais altas, e com vista para todos os lado para avaliar as equipes. Olhei em volta e os professores já estavam alojados nos barcos a deriva, ancorados em pontos estratégicos do para... Bem... Torceríamos para as emoções não serem tão fortes. Bridget e Nathalie compartilhavam o barco de primeiros socorros com o enfermeiro do castelo. Darius, Damian, Athena e Giacomo patrulhavam a orla para que nada fugisse ao controle. Aaron e Henry estavam no barco de auxílio. Sunny e Drake fechavam o comboio. Estava tudo certo.

- Sonorus! – apontei a própria varinha para minha garganta. – Alô produção? Me escutando? Certo. – testei minha voz magicamente ampliada, dei uma tossida e comecei. – Boa noite diabinhos! Como estão nesta noite fantasticamente animada? Pois bem, hoje começamos o Torneio de Hogwarts, e aqui estão as nossas equipes. – introduzi os grupos enquanto os chamava. – A equipe grifinória. – uma salva de palmas calorosas acompanhou os três campeões. – A equipe corvina. – uma histeria de adolescentes gritando animados varreu o lago. – A equipe lufana. – gritos e palmas entusiasmadas acompanharam a equipe amarela. – E a equipe sonserina! – que fechou com uma salva de gritos selvagens mesclados a vaias das outras casas.

- Esta noite, a primeira tarefa será aqui no Lago Negro. O nome do desafio é “A barca de Caronte”. Veêm cada um desses barcos? – e apontei para quatro barcos ancorados em um porto próximo. – Cada equipe possui uma barca magicamente encantada, que irá seguir uma rota para uma ilha no centro do Lago. O desafio das equipes hoje é chegar a essa ilha e lá escolher uma das 4 arca. – era simples... Mas não seria tão fácil. Dei um risinho.


- E podem contar com a ajuda dos nossos remadores profissionalmente treinados e preparados. – brandi a varinha e os mantos escuros que cobriam os barcos se ergueram, gerando formas humanoides... – Eles são muito simpáticos por sinal... – os quatro remadores eram esqueletos enfeitiçados. – Temos visitantes de todos os lados do mundo no lago essa noite, que foram trazidos nos três últimos dias. Sejam simpáticos com eles! – ironia, sentiram? Meu sarcasmo definitivamente me diverte.

- Não se esqueçam, em cada arca há um item mágico e uma pista para a próxima fase. Não as percam. – me virei para os campeões. – Podem se acomodar. – os alunos se dispuseram, cada equipe em sua barca. – Pedimos que não tentem machucar ou sabotar o barco dos amiguinhos, ou o tio aqui vai ficar muito bravo. – sorri inocentemente. – Boa sorte! – falei ao fim.

E com um movimento rápido, um tiro partiu da ponta da minha varinha em direção ao céu. Centelhas douradas e incandescentes explodiram como fogo de artifício e a tarefa começou . As barcas partiram. Aquilo seria divertido... “Que comecem os jogos!” sorri com o canto dos lábios vendo a frota começar a jornada...


OFF – Regras:

    - Pedimos que cada equipe se organize para definir uma ordem de postagem prévia.

    - Cada membro da equipe poderá realizar apenas um post para esta tarefa.

    - Pedimos que cada equipe busque desenvolver a tarefa com posts dando continuidade ao seu anterior, para que a coisa flua.

    - Temos um dado para essa primeira tarefa chamado “Desafio do Lago”, com 19 faces. Antes de cada post o campeão deverá lançar o dado que revelará uma criatura. O desafio consiste nisso: o campeão a postar deverá de alguma maneira citar e interagir com essa criatura. A riqueza de detalhes e a criatividade contará!

    - Caso o dado repita algum ser que já saiu, o candidato pode editar e refazer o lançamento até retirar outra criatura não enfrentada antes.

    - Antes de postarem, sugerimos que pesquisem sobre a criatura que sair, para entender seu comportamento e suas ações. A coerência também é importante.

    - Essa primeira tarefa será avaliada pelos três administradores. As notas serão dadas, de 0 a 10, por equipe. O que conta é a aventura em si!

    - A ordem de chegada vai ser definida pelas equipes que terminarem os três posts primeiro. Não vai ser melhor pontuado quem chega primeiro, a ordem importará apenas na prioridade de escolha entre as 4 arcas.

    - A jornada da equipe acaba quando ela chega a ilha principal e escolhe uma arca.

    - Exceção: para não sermos injustos, a equipe da Corvinal, deverá ainda contar com mais 'um post' de alguma de suas campeãs (que poderá repetir), para igualar ao nível de três como as demais equipes.

    - Ao término dos três posts, um dos campeões da equipe deverá enviar uma MP ao Narrador, constando como título “Final da 1ª Tarefa” indicando qual a arca escolhida. O Narrador “abrirá” a arca no tópico correspondente para indicar o conteúdo.

    - Boa competição!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narrador
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 484
Data de inscrição : 23/10/2010

MensagemAssunto: Re: 10.11.1805 - 1ª Tarefa "A Barca de Caronte" - Torneio de Hogwarts   Sex Ago 17, 2012 11:37 pm

:: Índice das Barcas ::



Cada equipe competirá na sua respectiva barca:

:: Barca Sonserina ::

:: Barca Grifinória ::

:: Barca Lufana ::

:: Barca Corvina ::



__________________________________________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Sir Lancelot Brier
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 20
Data de inscrição : 26/07/2012

MensagemAssunto: Re: 10.11.1805 - 1ª Tarefa "A Barca de Caronte" - Torneio de Hogwarts   Dom Set 02, 2012 12:29 am

Minhas mãos coçavam e eu estava prestes a dar pulinhos de alegria! Definitivamente a ideia de fazer uma tarefa no lago fora excelente! Onde mais conseguiríamos tanta aventura e de uma maneira tão saudável? Quer dizer, saudável, para mim. E não tanto para os diabinhos... Mas quem se importa?

- Seus alunos foram realmente sortudos Helga... Lufanos em primeiro, chocante. – cochichei para a fundadora do meu lado, que rezava agarrada a um terço. – Ah, mas eles foram ótimos! Com certeza... Só o pobre garoto que perdeu a roupa. Não foi nada cavalheiresco da suas alunas usá-lo como isca... - tive que rir do comentário do outro fundador ao meu lado. – Não fique tão afoito assim Godric, mesmo em segundo, acho que os tratadores não ficarão muito satisfeitos em receber um jasconius cego de um olho. Obra dos seus delinquentes em formação...

Mordi o lábio inferior e encarei a ilha ao longe, do alto de nossa arquibancada. As chamas bruxuleavam por lá, e os alunos das casas gritavam, ou comemorando ou a equipe de sua casa incentivando. Mais foi um grito de pânico que ouvi que me fez ficar animado, um vulto esguio saltara sobre a barca sonserina e o professor de Trato das Criaturas Mágicas, no lago de monstros mergulhou.

- Acho que algum dos pestinhas se deu mal. – não consegui conter um risinho, a mulher morena parecia prestes a chorar. – Não se desespere Rowena, suas meninas acabaram de chegar, veja! Realmente elas tem mais nervos do que pensei que suas moças teriam. Se elas deram conta de uma serpente marinha, o que vier tá tranquilo. – e o professor de TCM emergiu. Sangue manchava e brilhava na escuridão do lago, refletido pela lua. – Ih Salazar, acho que foi uma das suas. Uma pena, parece ferida. Mas os outros dois chegaram, está vendo? O que foi? Um Dhobar Chu? haha Quem diria que uma lontra podia derrubar suas serpentinhas! - as duas professoras e o enfermeiro cuidavam da aluna machucada.

Era a hora certa para dar pulinhos de alegria? Tá bom, tá bom, não perdemos nenhum membro... Ainda. Mas já temos uma pestinha amedrontada e uma equipe desfalcada. Torci as mãos de empolgação, e quando todas as equipes as suas arcas abriram. O feitiço de tonicidade da voz apliquei e a todos falei.

- E a Primeira Tarefa do Torneio está encerrada! Parabéns pest... Anjinhos! Vimos uma excelente demonstração de suas habilidades esta noite. Os nossos três jurados... – e apontei com uma reverência para três figuras convidadas. – Estão confabulando as notas. Antes de termos os anúncios, deixem-me alertá-los: tratadores vão retirar as criaturas do lago amanhã, então o lago ainda está interditado a todos. E vocês... – me dirigi para a ilha central e mais distante do lago. Mesmo a distância, os alunos para mim olhavam. – Para a próxima tarefa, campeões, além dos itens que ganharam uma ajuda poderão ter. Cada equipe um padrinho poderá escolher. Apenas um. Pensem bem, escolham um de seus professores. Todos eles estão aptos a ajudar, mas nenhuma dica da tarefa poderão fornecer. Eles irão acompanhá-los. E tudo o que vocês precisam saber sobre a próxima tarefa, a gárgula irá dizer.

- Agora, vamos as notas! Boa sorte! – e me sentei novamente enquanto os três avaliados notas desenhavam com fitas prateadas, conjuradas da ponta de sua varinha, a cada equipe que a ilha chegara.

Estendi um sorriso e me reclinei sobre o banco. Onde eu havia deixado mesmo meus sapos de chocolate? Aquela aventura havia acirrado meu desejo por glicose...


OFF:

    - Estamos encerrando a primeira tarefa. Parabéns a todos, foi realmente divertido pessoal!

    - Os avaliadores dessa tarefa serão o adm Eyma e as players Sandy e Rety. Nas próximas tarefas, teremos outros avaliadores. As notas serão dadas neste tópico.

    - Sim, a parte do padrinho é verdade. Cada equipe poderá escolher um professor como padrinho, que irá acompanhá-lo na próxima tarefa. Pensem bem e escolham com sabedoria!

    - Próxima tarefa abre no dia 29.09.2012. Não percam a data!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narrador
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 484
Data de inscrição : 23/10/2010

MensagemAssunto: Re: 10.11.1805 - 1ª Tarefa "A Barca de Caronte" - Torneio de Hogwarts   Sab Set 08, 2012 8:47 pm

:: Notas do Torneio ::


Elvira, a Bruxa Má do Oeste


Equipe Sonserina
6
- Ótimo trabalho! *---* Amei a maneira que lidaram com o Dhobar Chu! Primoroso! Alguma chance de eu conseguir uma das pernas da garota coreana pra viagem...?


Equipe Grifinória
8
- Maravilindo! Foram tantas emoções! Quero a espada que aquele muleque loiro furou o olho do jasconius! Sangue de monstros marinhos faz bem pra cútis! *---*


Equipe Corvina
7
- Não sei... Achei a garota loira muito sem noção. Onde está o sangue do makara? Os pedaços da garota? Me digam, cadê a promessa de banho de sangue que eu recebi? Assim perde metade da graça! u.u


Equipe Lufana
8
- SEU FILHOTES DE MARMOTA SEM NOÇÃO! A MEGERA ERA MINHA TIA AVÓ CASSIOPÉIA (Se bem que a tia Cassy era o cão comigo...), ELA VEIO ME BUSCAR E ERROU NA APARATAÇÃO! Ò.Ó TOQUEM FOGO NA MÃE, MALDITOS! ¬¬

__________________________________________________



Última edição por Narrador em Sab Set 08, 2012 9:08 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narrador
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 484
Data de inscrição : 23/10/2010

MensagemAssunto: Re: 10.11.1805 - 1ª Tarefa "A Barca de Caronte" - Torneio de Hogwarts   Sab Set 08, 2012 8:54 pm

:: Notas do Torneio ::


Michael, o Rei do Pop


Equipe Sonserina
7
- Faltou glamour. Mas confesso que tremi na base quando vi vocês lidando com os cava charcos! Mandem aquele garoto de verde pra os meus aposentos... AU! *gritinho agudo*


Equipe Grifinória
8
- Leõezinhos do tio, foram ótimos! Parabéns! Aqueles meninos ali, sim, vocês dois loirinhos. Adorei a maneira como tentaram flambar a naga e coçar o cérebro da baleia louca. Acompanhem o garoto verdinho ao meu quarto, sim? WHO’S BAD?! o/ *gira nos calcanhares*


Equipe Corvina
8
- As princesinhas da Row-row! Óh mo Deus, ti coisa fofa! Vocês são umas santinhas! Nem eu engano serpentes do mar tão bem! E olha que eu entendo de trocar de peles e enganar as pessoas... *tira a luva branca e joga o chapéu rodando para elas*


Equipe Lufana
9
- Amarelinhos! Quanta surpresa! *o* Excelente trabalho com bunniyp! Confesso que queria ver se ele dava gritinhos tão emocionantes como o meu, mas minha parte preferida foi o uso do menino contra o kappa! ;D Agora tô indo nessa... Cause this is thriller! *sai andando de costas*

__________________________________________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Narrador
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 484
Data de inscrição : 23/10/2010

MensagemAssunto: Re: 10.11.1805 - 1ª Tarefa "A Barca de Caronte" - Torneio de Hogwarts   Sab Set 08, 2012 9:01 pm

:: Notas do Torneio ::


Oberon, o Velho Druída Olho de Corvo


Equipe Sonserina
7
- Espantosamente surpreendente! Uma pena o que aconteceu com a lastimável garota, mas foram ótimos! E boa sorte com a saliva de cava charco garoto, ela é realmente extasiante!


Equipe Grifinória
10
- Foi mágico! Foi fantástico! Foi maravilhoso! Eu mesmo não teria feito melhor!!! Linda performance com os grindylows!*caindo da cadeira de excitação*


Equipe Corvina
9
- Merlin salve as corvas! Vocês quebraram tabus, deram um tapa na cara da bruxidade, sambaram no caldeirão e mandaram beijos para os sereianos! Espetaculindo! o/


Equipe Lufana
10
- De longe foram os mais sortudos! Três criaturas sangrentas e nenhum machucado! Oh meu Deus, eles são uns santinhos! E é exatamente assim que se lida com megeras... Vejam meninos! *toca fogo na capa da bruxa má do oeste e sai correndo rapidinho*

    Off: As notas foram dadas pelos avaliadores Eyma, Rety e Sandy. Elas foram mescladas de acordo com a personalidade de cada NPC avaliador. ;)

__________________________________________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: 10.11.1805 - 1ª Tarefa "A Barca de Caronte" - Torneio de Hogwarts   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
10.11.1805 - 1ª Tarefa "A Barca de Caronte" - Torneio de Hogwarts
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Terminando a tarefa
» Família Rolstroy
» Família Evanne McCready
» Campista novo e totalmente perdido
» Exemplos para Torneio

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fidelius RPG :: POSTS 6º ANO :: HOGWARTS - Posts Internos-
Ir para: